Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 17-11-2019 às 05:44

Mulheres levam sua visão de sexualidade e negritude à Galeria Recorte

Trabalhos inéditos de três colagistas brasileiras fazem parte da segunda edição da exposição "Sobre a Mulher Livre"

Visitação até 9 de novembro. | Creditos:

Três artistas de diferentes regiões do país vão mostrar sua visão sobre liberdade de seus corpos, sexualidade, identidade e pertencimento na segunda edição da exposição coletiva "Sobre a Mulher Livre", está na sua última semana na Galeria Recorte, espaço multicultural localizado na região do Baixo Augusta.

Elisa Riemer, de Maringá (PR), Thais Silva, capixaba com base em Petrópolis (RJ) e Maria Zeferina, paranaense que atualmente mora em São Luis, no Maranhão, são colagistas e designers e têm em comum a técnica da colagem digital e o feminismo.

Cada uma das artistas têm uma identidade bem marcada.

Maria Zeferina faz das ruas a sua plataforma de maior alcance. Através de lambes em escala aumentada, a artista já participou de festivais de muralismo, local dominado pelo público masculino, como o "Meeting of styles", no México.

Elisa Riemer aborda a questão da sexualidade feminina em cenários repletos de "amor entre as mulheres". Inseridas em contextos oníricos, essas mulheres que habitam as paisagens nos remetem à década de 20 e têm uma uma forte relação com a astrologia. Sua obra "Deleitação" foi capa da versão italiana do livro "Come as you are", de Emily Nagoski, um best seller mundial sobre a sexualidade feminina.

Já Thaís Silva, a @blackcollage, intitula-se "afrofuturista", fazendo um resgate de personagens e fotos icônicas, inseridas em contextos contemporâneos com apelo à ancestralidade e a referências negras e indígenas.

A mostra coletiva foi idealizada por Michele Micheletto, curadora da Galeria Recorte, primeira galeria de arte do país especializada exclusivamente em colagens. "Num momento em que o retrocesso avança no país e o machismo segue cada vez mais enraizado na nossa cultura, queremos dar espaço a esses trabalhos tão potentes dentro do contexto da liberdade das mulheres", afirma a curadora.

A exposição, que é gratuita, estará aberta ao público até 9 de novembro.

 

SERVIÇO:

SEGUNDA EDIÇÃO DA EXPOSIÇÃO "SOBRE A MULHER LIVRE"

Local: Galeria Recorte

Endereço: Rua Augusta, 829, Consolação

Horário para visitação: terças às sextas, das 12h às 21h, e sábados, das 10h às 18h

Visitação até: 9 de novembro de 2019

Entrada Gratuita

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.