Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 14-12-2019 às 02:16

Mulheres crescem cada vez mais no empreendedorismo

A busca por independência financeira é o principal motivo

No mercado de trabalho, elas estão presentes em diferentes segmentos e deixam uma marca registrada por onde passam.  | Creditos: PixaBay

Felizmente, cada vez mais as mulheres vêm dominando o mercado do empreendedorismo. Uma pesquisa realizada por meio do SEBRAE (ES), em 2019, aponta que o índice de mulheres empreendedoras evoluiu de 38% para 45%, de 2018 para 2019. Esse relatório ainda destaca que as mulheres são jovens e possuem um nível de escolaridade superior 16% a mais que os homens. No entanto, os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostram que as mulheres ainda são vítimas de desigualdade salarial, ganhando 22% a menos que os homens.

 

Mercado de trabalho

Segundo Flávio Anequini, gerente da Incubadora de Empresas de Lins, buscar a independência financeira é um dos principais motivos para elas começarem a empreender e buscar novas mudanças em seu faturamento. No mercado de trabalho, elas estão presentes em diferentes segmentos e deixam uma marca registrada por onde passam. 

 

Obstáculos

Devido à grande desigualdade de gênero, conhecido também como sexismo, as mulheres enfrentam um grande preconceito e também uma desigualdade salarial em relação aos homens. Infelizmente, não é apenas na carreira profissional que elas têm dificuldades. Fora do ambiente de trabalho, uma grande batalha que precisa ser enfrentada

é em relação aos serviços de casa e a maternidade. “Temos que mudar esse discurso de “ajudar” a mulher em casa. Os homens têm que fazer a sua parte, sua obrigação.” afirma Valter Dal Bello, Gerente de inovação da ADETEC (Agência de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico de Lins).

 

Capacitação

Para começar a empreender em um mercado de trabalho tão amplo, é necessário seguir algumas dicas essenciais. Dentre elas, fazer um bom plano de negócio, avaliar os custos e fazer cursos de capacitação. Todos esses esforços são essenciais para alcançar o sucesso nos negócios. Por isso, o Centro de Inovação e a Incubadora de empresas, mantidos pela ADETEC (Agência de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico) de Lins, disponibilizam todas as ferramentas necessárias para dar o suporte aos empresários já consolidados no mercado ou iniciantes (startups).

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.