Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 19-10-2019 às 11:21

Empresárias fortalecem mercado feminino em feira de moda e craft

90% dos expositores da feira são compostos por mulheres, onde elas apresentam suas criações, desde itens de moda e decoração à gastronomia

Quando são selecionados esses novos “Mercadores”, além de produtos bacanas, originais e preços justos, é necessário um pouco mais: gente legal, de bem com a vida, alto astral, que goste de fazer amizade e compartilhar informações. | Creditos: Ana Brettas/Studio Más/Beto Roma

Desde 2010, as empresárias Clarissa Muniz e Je Muniz têm o objetivo de incentivar o comércio justo e criativo feito por pequenos produtores. Com isso, criaram O Mercado, uma feira que valoriza o contato entre o criador e o consumidor final, deixando o mais transparente possível a cadeia de produção, indo na contramão das “fast fashion”. E, atualmente, esse "mercado" tem abraçado cada vez mais a criatividade feminina: 90% dos expositores da feira são compostos por mulheres, onde elas apresentam suas criações, desde itens de modae decoração à gastronomia.

"O poder feminino domina o nosso evento e temos um enorme orgulho disso! 90% dos mercadores - estilistas, designers, artistas plásticos, artesãos, garimpeiros da moda, chefs, curadores, criadores, decoradores, entre outros - são mulheres, tanto no trabalho de produção quanto expositoras, fazendo produtos com amor e dedicação. Aqui no Mercado, nós trocarmos o consumo em quantidade pelo consumo em qualidade, o cliente conhece o que está comprando, de onde ele veio, sabe que os envolvidos na produção daquela peça foram remunerados de forma digna, que a matéria-prima utilizada é de qualidade, e que o preço final de venda é justo, sem lucros abusivos", diz Clarissa Muniz.

Quando são selecionados esses novos “Mercadores”, além de produtos bacanas, originais e preços justos, é necessário um pouco mais: gente legal, de bem com a vida, alto astral, que goste de fazer amizade e compartilhar informações, que queira crescer e ajudar outros a crescerem também, que seja feliz com o que faz e que goste de ter contato com o cliente. Esse é o espírito do evento.

 

"Mercadoras"

"Em uma viagem para a Argentina conheci e me encantei com a técnica de encapsulamento de flores. Desde então me empenhei nos acessórios. A partir daí, foram muitas tentativas, muitos erros e acertos até chegar nos produtos de hoje. O Mercado foi o evento que mais percebi identificação com meu trabalho. O público valoriza muito a autenticidade e o encontro com quem faz o produto", afirma Izabel Rodrigues Silva, expositora da marca Caindo Fulô.

"Minha marca é especializada em alimentação 100% natural para cães a gatos. Sou professora, trabalhei 30 anos com educação, fiz o mestrado em cinema e educação e sou concursada pela UFRJ. Em 2012 tive um câncer de mama, que depois de dois anos me aposentou da UFRJ. Tirei férias por um tempo e no início de 2019 pensei em ter uma atividade que me desse prazer e uma renda extra. Como amo animais e este mercado tem crescido muito, comecei a fazer cursos sobre alimentação natural para pets. Logo em seguida coloquei literalmente a mão na massa, fazendo biscoitos e comidinhas com o mesmo afeto que dedico à alimentação da minha família. Procurando alguns coletivos para participar, chegamos a O Mercado, que nos acolheu com respeito, numa parceria onde todos ganham, com criatividade, honestidade e afeto, sem contar a qualidade dos participantes", diz Selma Rebello, da marca Roda Mundo Pet.

"Sou nutricionista, trabalhava numa clínica que com a crise veio a fechar. Nesse tempo parada resolvi investir em cursos e em numa paixão antiga: plantas. Me juntei com a minha filha Beatriz, que é designer e sempre gostou de trabalhos manuais, e juntas montamos o Studdio Más. Escolhemos expor nossos produtos n´O Mercado ano passado por ser uma uma feira séria e muito organizada, além de ser bem conhecida e dar um bom retorno. O que mais nos motiva a participar é saber que é uma feira feita por mulheres empreendedoras, que também estão atrás de seus sonhos e na luta diária de fazer acontecer", diz Ana Más, do Studdio Más, especializado em decoração e plantas. 

"Sempre fui apaixonada por arte e o sonho da minha vida era trabalhar com moda. Cursei a faculdade e cheguei a trabalhar em alguns lugares, mas percebi que a realidade do mercado nessa área não tinha nada a ver comigo e minhas expectativas. Desde então cheguei a trabalhar com outras coisas e acabou que a tattoo entrou na minha vida de repente. Minha motivação pra mudar tudo e me dedicar exclusivamente à tatuagem foi ver que eu tinha a oportunidade de viver de arte. No O Mercado me identifico muito com a proposta do evento. Inclusive já frequentava antes mesmo de trabalhar lá. Acho incrível ter esse espaço pra estar mais perto e conhecer "quem faz", completa Juju Ribas, tatuadora que faz flash tattoo no evento com pegada feminina, com linhas e traços delicados. 

 

 

O Mercado

Com essa vibe, O Mercado é uma das feiras mais tradicionais da cidade! Desde a sua primeira edição, o evento já abrigou mais de 1.600 marcas e projetos. "Em novembro do último ano inauguramos a primeira loja no formato “pop up” do evento no 2º piso do Botafogo Praia Shopping, que conta com a participação de 30 marcas. Ela ocupa o espaço até o final de outubro desse ano. E mais uma novidade para esse ano é que o evento será mensal, no IAB, no Flamengo, reunindo cerca de 60 pequenos produtores com diversas opçõesmoda, design, além de boa gastronomia, tatuagem, corte de cabelo, entre outros. Esse é nosso objetivo, continuar propagando a ideia de bom evento no Rio de Janeiro, com bons produtores, bom atendimento e ótima qualidade", finaliza Clarissa. 

Outra grande preocupação da organização é com o meio ambiente, onde apresentam diversas iniciativas para ajudar na redução de descartes e lixo. "Oferecemos gratuitamente aos clientes uma grande ecobag para que as compras possam ser carregadas dispensando o uso de sacolas descartáveis, e disponibilizamos ponto de coleta de tampinhas plásticas para o projeto Rio Eco Pets, que entrega o material para reciclagem e reverte o valor arrecadado em castração de cães e gatos. Além disso, no verso do folder da feira há um pôster com ilustração da artista visual Lena Muniz, para o visitante levar uma arte linda para casa", completa Je Muniz.  

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.