Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 21-07-2019 às 11:22

Suíte Blush na CASACOR SP propõe experiência sensorial

Em sua terceira participação na mostra, o designer de interiores cria uma atmosfera aconchegante sem abrir mão do rigor geométrico

 Suíte Blush de Bruno Carvalho, na CASACOR São Paulo 2019. | Creditos: Favaro Junior/CASACOR

Do rústico ao art déco, vários estilos dialogam na Suíte Blush de Bruno Carvalho, na CASACOR São Paulo 2019. Contemporâneo e clássico também estão entre as referências que compõem o ambiente de 53 m². O que torna esta harmonia possível é o rigor geométrico com que todas estas linguagens foram desenvolvidas no projeto.

O caráter sensorial da Suíte Blush é outra importante marca do espaço. “Projetei um ambiente confortável e requintado, com uma temática em alusão aos sentidos e prazer. À composição adicionei elementos sofisticados, como peças de coleção, obras de arte brasileira e internacional, além de mobiliários de design arrojado”, ressalta Bruno Carvalho.

A mistura de materiais e estilos é uma característica do trabalho de Bruno Carvalho, tanto para criar ambientes inusitados quanto para imprimir conforto. O resultado não se prende a uma única época, com uma atmosfera atemporal.

Preservando a arquitetura do Jockey Club de São Paulo, Bruno Carvalho aplicou três tipos de pisos de concreto arquitetônico. Outro destaque são as luminárias de design.

As texturas têm um papel fundamental para trazer o apelo sensorial e acolhedor do projeto. Entre os revestimentos, o designer de interiores utilizou um painel de pergaminho restaurado. Os tapetes exclusivos foram desenhados pelo próprio Bruno.

Além do quarto, o projeto é composto por um closet e pela sala de banho, com um clima sensorial e aconchegante. Este espaço, assim como os demais, trazem texturas mais naturais e cores delicadas entre o bege, cinza e rosê.

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.