Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 19-06-2019 às 19:19

5 dúvidas frequentes sobre cuidado bucal infantil

Odontopediatra esclarece dúvidas sobre como manter a saúde bucal nas crianças

Os pequenos precisam usar um creme dental específico?   | Creditos: PixaBay

Não são apenas jovens e adultos que devem ter uma atenção especial com a higiene bucal. Desde cedo, além de todos os cuidados com a criança, os pais precisam cuidar também da saúde bucal dos pequenos. Com o objetivo de esclarecer as principais dúvidas dos pais e responsáveis, o Dr. Fábio Bibancos, odontopediatra e consultor da GUM, marca mais inovadora em cuidado bucal do Brasil, responde abaixo algumas perguntas sobre cuidado bucal infantil:

 

Bebês precisam de higiene bucal?

Existe muita dúvida sobre como deve ser feita a higiene bucal em bebês, esta deve ser iniciada por volta dos 6 meses de idade com o aparecimento dos primeiros dentes. Após o nascimento deles, a higienização já pode ser feita com escova pequena, adequada a idade da criança, e gel dental, em quantidade equivalente a um grão de arroz.

 

Os pequenos precisam usar um creme dental específico?  

Sim, as crianças devem fazer uso de cremes dentais desenvolvidos para elas. O especialista indica que o flúor presente em géis dentais infantis é importante para prevenir cáries e o desgaste do esmalte do dente. A Sociedade Brasileira de Pediatria inclusive recomenda que a substância seja usada após o nascimento dos dentes molares. “Mas, é necessário dosar bem a quantidade de gel dental utilizado na escovação. Em crianças de 0 a 3 anos a quantidade deve ser equivalente a um grão de arroz. Já em pequenos de 3 a 6 anos a quantidade indicada é referente a um grão de ervilha”, recomenda.

 

A partir de qual idade as crianças devem usar o fio dental?

O fio dental deve ser usado em crianças a partir do contato entre dois dentes vizinhos, o que normalmente ocorre por volta dos dois anos de idade, o uso é primordial para manter a saúde bucal e prevenir a cárie. Hoje em dia já existem produtos como os flossers, fios dentais com haste, que auxiliam as mães a fazerem a limpeza interdental dos filhos.

 

As crianças devem ter seus próprios itens de higiene bucal?

Sim. O ortodontista informa que os pequenos devem usar itens desenvolvidos para o tamanho e necessidade deles. Há, por exemplo, géis dentais e flossers infantis saborizados, sem ardência, que tornam o hábito de escovar os dentes mais divertido para as crianças. Além disso, a escova de dente deve ter a cabeça pequena e as cerdas macias para não machucar. “Produtos lúdicos ajudam os pais a introduzirem a higiene bucal de forma leve e divertida, ajudando a criar o hábito de escovar os dentes desde pequenos”, completa. 

 

Quando é o momento certo para começar a levar as crianças ao dentista?

É essencial incluir uma consulta ao odontopediatra na rotina de cuidados médicos dos pequenos a partir do nascimento dos primeiros dentes, para que tanto a mãe quanto a criança recebam primeiras orientações sobre cuidados bucais com o bebê, introdução de açúcar na alimentação, amamentação, e sinais e sintomas do nascimento dos primeiros dentes. “Inserindo esses hábitos desde a primeira infância é possível atuar na prevenção de problemas bucais e contribuir por um desenvolvimento mais saudável das crianças”, conclui. 

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.