Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 23-08-2019 às 05:24

Bento Gonçalves vive momento histórico com a volta do vinho encanado

A volta da atração que deu fama à Festa Nacional do Vinho (Fenavinho) foi tratada como histórica

O vinho encanado, em plena Via del Vino, se constitui na primeira atração da 16ª Fenavinho, que volta ao calendário de eventos após um período de oito anos. | Creditos: Vagão Filmes / Cesar Silvestro

Se o vinho jorra em cascatas reais, como preconiza o hino de Bento Gonçalves entoado no início da cerimônia de reinauguração do vinho encanado, ele também corre por dutos – e enche as taças não só da bebida, mas também de alegria.

A volta da atração que deu fama à Festa Nacional do Vinho (Fenavinho), sábado (1º), foi tratada como histórica pelo prefeito, Guilherme Pasin: “nos reunimos aqui hoje, no marco zero da cidade, para respirar o que realmente nós somos”, disse, em referência à essência vitivinícola que projetou a cidade economicamente a partir do trabalho dos imigrantes italianos.

O vinho encanado, em plena Via del Vino, se constitui na primeira atração da 16ª Fenavinho, que volta ao calendário de eventos após um período de oito anos. “Ele é a alma da festa”, resumiu Diego Bertolini, coordenador do comitê responsável pela Fenavinho, que chega à sua 16ª edição, entre 13 e 23 de junho, juntamente com a ExpoBento, no Parque de Eventos.

Ambas, festa e feira, são promoções do Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves (CIC-BG). Em seu discurso, o presidente da entidade, Elton Paulo Gialdi, lembrou que a retomada da festa surgiu pelo empenho do CIC-BG e pelo apoio recebido do poder público, num verdadeiro trabalho coletivo. “Muitos parceiros estiveram nesta empreitada para devolver a Bento Gonçalves uma parte importante de seu patrimônio histórico-cultural e turístico. Desta vez, sob os cuidados e zelo de nossa entidade, dando a chancela que doravante se tenha continuidade e consolidação dessa magnífica festa”, comentou Gialdi.

O presidente da Câmara de Vereadores, Rafael Pasqualotto, comparou o trabalho do comitê da festa ao dos mineradores. “Vocês estão apresentando essa pedra preciosa reencontrada que é a Fenavinho. Vocês não a descobriram e nem serão os últimos a produzi-la, mas o mérito é de vocês em fazer todo esse trabalho e apresentar essa histórica festa”, disse.

A corte da Fenavinho também celebrou o retorno dessa emblemática atração da festa às ruas do município. “É uma alegria estar fazendo parte de mais um capítulo dessa história”, disse a Imperatriz do Vinho, Bárbara Bortolini. Sandi Marina Corso reforçou um outro símbolo da festa, que ocorre na esteira do vinho encanado. “Há muita programação aqui para vocês já entrarem no clima da festa. Amanhã (domingo, 2) teremos gincana e o desfile de carros alegórico, mais um marco da nossa festa”, disse a Dama de Honra. A também Dama de Honra, Ana Paula Pastorello, disse que o vinho encanado e a Fenavinho são referências da comunidade bento-gonçalvense: “foram marcos que projetaram a cidade em âmbito nacional”.

 

Fenavinho presta homenagem a precursores e parceiros

A retomada do vinho encanado só foi possível porque, com o mesmo espírito da festa, o envolvimento comunitário também se fez presente. Por isso, a solenidade se transformou num grande palco para homenagear os precursores da atração que faz parte da história da Fenavinho desde sua primeira edição, em 1967, e os parceiros atuais que possibilitaram essa nova etapa na trajetória da festa.

A placa – contendo a frase “A soma de diversos talentos permitiu resgatarmos essa atração icônica para nossa cidade” – foi entregue a sete personalidades, como Vitalino Nichetti, um dos responsáveis pela primeira edição do vinho encanado. “Toda homenagem nos emociona, e fico muito emocionado por estar representando, aqui, uma equipe muito grande de todos que fizeram o vinho encanado. O trabalho, quando é feito para a comunidade, é muito prazeroso”, disse.

Receberam a homenagem, ainda, Itacir Pozza, Hermínio Ficagna e Flávio Zilio, respectivamente, presidente, diretor geral e gerente de enologia da Cooperativa Vinícola Aurora – fornecedora do vinho e do suco da promoção –; Antônio Stringhini, da Zegla, empresa responsável pelo equipamento em aço inoxidável do vinho encanado; Juliano Mazzoco, da Monofrio, que realizou o sistema de refrigeração; e o prefeito, Guilherme Pasin.

 

Casa del Vino é rebatizada com nome do primeiro presidente da Fenavinho

Outro momento emocionante do dia foi a homenagem ao primeiro presidente da Fenavinho, Moysés Michelon. A partir de agora, a Casa del Vino, onde fica o vinho encanado, chama-se oficialmente “Casa del Vino Moysés Michelon”.

Presente na cerimônia, a filha de Moysés, Elaine Michelon, disse que a homenagem é um reconhecimento ao trabalho de seu pai e também eterniza o nome dele na casa que guarda uma grande ligação com a Fenavinho. “Ele sempre defendeu os valores do nosso povo, de quem trabalhou para fazer Bento Gonçalves. E vejo hoje, aqui, essa mesma valorização de quem está fazendo a Fenavinho, que transformou a cidade, contribuindo com sua pujança”, disse Elaine.

 

Programação segue domingo e no próximo final de semana

O vinho encanado permanece em cartaz em Bento Gonçalves ainda neste domingo, dia 2, e no próximo final de semana, dias 8 e 9, sempre das 11h às 18h. Serão comercializados os vinhos Merlot (tinto) e Moscato (branco), além de suco de uva integral, a preço único da dose a R$ 5. O valor dá direito a uma taça plástica (150ml) – quem quiser também pode adquirir a taça oficial Bocatti por R$ 10. 

Uma intensa programação com shows, gastronomia e atrações culturais ocorre concomitantemente para alegrar os visitantes. Uma das principais ocorre amanhã, com o desfile de carros alegóricos, às 15h, na Rua Marechal Deodoro, com presença de entidades, escolas e comunidades do interior.

           

Programação

Dia 8 de junho

11h: Teatro 'Abre a boca e fecha os olhos'

14h: Apresentação Duo del vino

15h: Coral da Fundação Casa das Artes

17h: Trebbiano

 

Dia 9 de junho

11h: Coral Imigrante

14h: Cavatappi

15h: Daniel Lima e Janete

17h: Os colonos Zo Garrafon

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.