Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 19-06-2019 às 18:58

5 coisas que o seu dentista faz e você nem imagina

JP Odonto lista alguns procedimentos pouco comuns feitos por dentistas

Pescoço inchado pode ser um sinal de inflamação nos gânglios e essa inflamação pode ser proveniente de alguns fatores, entre eles, dentes.  | Creditos: PixaBay

Atire a primeira pedra quem nunca ouviu falar que dentista é o profissional que avalia articulações ligadas ao crânio, inspeciona opescoço e garganta inflamada? É verdade. Não só de dentes vive um dentista! Denis Panhora, da JP odonto, vai mais além elista abaixo alguns procedimentos comuns a esses profissionais, mas que a população em geral nem sonhava que eram atributos deles.

 

1 - Garganta Inflamada – quem diria hein? Uma garganta inflamada pode não só alterar a respiração, mas também provocar problemas no desenvolvimento da arcada dentária e dos músculos faciais. Respirar pela boca, ressecamento e inflamação das amígdalas são fatores que podem estar interligados e devem ser observados de perto pelo seu dentista.

 

Seu pescoço vai bem? – Pescoço inchado pode ser um sinal de inflamação nos gânglios e essa inflamação pode ser proveniente de alguns fatores, entre eles, dentes. Os cirurgiões dentistas estão cada vez mais participativos na detecção precoce de doenças de cabeça e pescoço. “Só de passar a mão pelo pescoço é possível saber se existe algum problema no paciente”, diz Panhota.

 

3 - Você faz barulhos estranhos? – ao abrir e fechar a boca você emite sons estranhos? E a abertura, está certa? Examinar as articulações que ligam o crânio à mandíbula também é trabalho para o dentista. Pacientes que sofrem alguma disfunção nesta articulação podem sentir dores de ouvido e cabeça constantemente e não sabem o porquê!

 

4 - Mau hálito? – Ah tudo bem...mau hálito eu já sabia que o dentista poderia ajudar. Mas a causa desse problema pode estar ligada a várias outras causas, entre elas, saburra lingual que é aquele amarelado que aparece na língua. Sempre bom estar atenta e corrigir pode ser bem simples.

 

5 - Teste de saliva – Volume, viscosidade e densidade da saliva podem e devem ser testados. Quem faz? Seu dentista! Para queserve? Para prevenir o mau hálito, por exemplo. O baixo fluxo salivar facilita o aparecimento de gengivites, cáries, amigdalites, faringites e muitas outras ites...até úlceras!

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.