Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 19-08-2019 às 01:25

Participe da maior campanha de inverno do Centro-Oeste

A campanha Aquece Cuiabá, com foco na solidariedade, que muito tem contribuído para minimizar o impacto do frio já está acontecendo em sua terceira edição. A primeira dama de

Márcia Pinheiro, primeira dama de Cuiabá convoca a sociedade para a grande ação de solidariedade na estação mais fria do ano! | Creditos: Vicente Aquino

A  intenção da campanha Aquece Cuiabá é de arrecadar cobertores para serem distribuídos às famílias em vulnerabilidade social apontadas pela Casa de Conselhos, ligada à Secretaria Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano. A primeira-dama Márcia Pinheiro reforça a importância do envolvimento do maior número de pessoas para as doações. Acesse o link e saiba como ajudar, custa muito pouco. Ao todo, são em torno de 10 a 12 mil famílias cadastradas nas mais de 120 entidades que receberão os cobertores. 

Ao todo, são em torno de 10 a 12 mil famílias cadastradas nas mais de 120 entidades sociais atendidas pelos oito conselhos municipais, os quais formam a Casa de Conselho. Segundo o presidente do Conselho de Promoção da Igualdade Racial, Edvand Pinto de Sarança, as 700 famílias ligadas ao seu conselho são contempladas desde a primeira edição da campanha, em 2017.

“Nós somos em 16 conselheiros, oito entidades que atendem em torno de 700 famílias, esse ano podemos chegar a mil famílias, e recebemos esse apoio desde a primeira etapa. Ficamos muito agradecidos porque trabalhamos com esse público em vulnerabilidade e nessa época do frio somos muito procurados para esse tipo de ajuda”, disse Edvand.

As duas primeiras edições arrecadaram, respectivamente, 20 mil (2017) e 22 mil (2018) sendo destinado mais de 90% às famílias carentes, principal público da campanha. Os moradores em situação de rua também recebem remessas de cobertores em todos os dias de pico de frio devido às condições em que vivem, o que faz o armazenamento do cobertor ser inviável o tornando praticamente descartável.

Essa ação nas ruas percorre cerca de 13 pontos de aglomeração de moradores em situação de rua e, além dos cobertores, a comitiva de voluntários ainda conta com o apoio técnico da Prefeitura de Cuiabá, na qual dispõe profissionais de assistência social e saúde, os quais oferecem encaminhamento dessas pessoas aos albergues municipais bem como demais serviços sociais e saúde.

“Nossa preocupação é muito grande com esses moradores em situação de rua. O prefeito instituiu uma comissão especial que vem estudando e discutindo formas de tirarmos eles da rua. Já nos deparamos em muitos casos que encaminhamos esses moradores para os albergues e os demais serviços, porém ele acabam retornando às ruas. Então, levamos o cobertor porque passar frio e na rua sem abrigo é algo muito triste, por isso toda frente fria nós vamos às ruas fazer esse trabalho”, explicou Márcia.

Doações

A forma de doação segue como as edições anteriores sendo possível ser feita online, via o site da campanha, ao preço de R$ 11,40 por cobertor já com frete e impostos inclusos. A opção via internet foi buscada, ainda em 2017, em razão do comércio local não oferecer estoque suficiente para atender a demanda, além de oferecer alternativa de menor custo aos doadores.

Os doadores que optarem em adquirir o cobertor por meio do comércio local existem 113 lojas de tecido e os chamados ‘armarinhos’ que oferecem a peça ao preço médio de R$ 20,00 a R$ 22,00 por unidade. Para essa opção existe 9 pontos de coletas espalhados pela cidade onde o cobertor usado ou novo pode ser depositado.

“Continuamos com a mesma distribuidora parceira, a Lepin Enxovais, onde ela vai fechando os lotes, conforme as doações, e encaminhando por transportadora. As doações pela internet representam mais de 90% por conta do preço e praticidade na forma de contribuir com essa importante campanha. Sempre frisamos que não importa a quantidade que você queira doar, o gesto e mensagem de que essas pessoas não são esquecidas é o que realmente queremos passar”, frisou a primeira-dama.

A arrecadação vai até o dia 21 de junho, data em que oficialmente inicia o Inverno, entretanto, os picos mais fortes de frio, no Centro-Oeste, ocorre entre maio e julho, surgindo pontualmente entre abril e setembro. Segundo as últimas previsões meteorológica, está previsto para o inicio de maio a primeira frente fria do ano que deve chegar nos primeiros dias de maio no Sudeste e se direcionar ao Centro-Oeste.

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.

Regina Figueiredo . 16-05-2019 16:42hs

Muito importante a BPW ser parceira desta bela campanha. Quem ganha com isso somos todos nós. Quem doa e quem recebe. A lei do retorno é espetacular quando se faz o bem