Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 23-04-2019 às 00:37

Quem são as mulheres impedidas de estudar?

A privação do direito de estudar e possuir um trabalho digno faz parte da realidade de muitas mulheres na nossa sociedade

Livro apresenta uma sociedade formada apenas por mulheres e que vivem longe de conflitos e exploração. | Creditos: PixaBay

As mulheres conquistaram o direito de ter um trabalho remunerado há algum tempo. Entretanto, muitas ainda estão submetidas ao trabalho não remunerado, que consiste em fazer tarefas domésticas e cuidar dos filhos.

Faz parte da rotina de muitas mulheres enfrentar o trabalho doméstico, não remunerado e sem limite de carga horária ou descanso. Entre outros fatores, o trabalho doméstico visto como “normal” na nossa sociedade impede que as mulheres tenham acesso à educação, à saúde e ao trabalho digno. Além de tudo, é um grande empecilho para que ocorra a igualdade entre homens e mulheres.

Em Herland – A Terra das Mulheres, publicada pelo selo Via Leitura, do Grupo Editorial Edipro, a autora Charlotte Perkins Gilman apresenta uma sociedade formada apenas por mulheres e que vivem longe de conflitos e exploração, todas possuem um trabalho repartido de forma igualitária e justa, ao contrário da nossa sociedade atual. A narrativa traz uma importante contribuição às discussões sobre os papéis de gênero entre as comunidades e transpassa por todas as épocas.

Outra obra que pode contribuir muito com o pensamento é O Papel de Parede Amarelo, também da autora, que mostra que uma dona de casa poder ser subjugada pelo marido e mantida em cárcere privado, com a justificativa de que estava louca. A partir disso o desequilíbrio mental passa a ter vida e destrói toda a sanidade de uma mulher perfeitamente capaz.

A “mulher do lar” muitas vezes sofrem inúmeras agressões, físicas, emocionais e psicológicas. Em sua maioria é submetida a ser inferior, não ter vontade e opinião própria. Por isso, é importante ressaltar a contribuição dessas obras, que expõe um mundo melhor e mais feminino e, também, mostram o sofrimento de mulheres subjugadas, à sociedade.

 

Sinopse: Publicado pela primeira vez em 1915, Herland – a terra das mulheres é uma novela que coloca os holofotes sobre a questão de gênero. Escrito pela feminista Charlotte Perkins Gilman, o livro descreve uma sociedade formada unicamente por mulheres que vivem livres de conflitos e de dominação. A história é narrada por um estudante de sociologia que, com o auxílio de dois companheiros, chega ao lendário país dominado por mulheres. As diferentes visões dos três exploradores logo entrarão em conflito com a organização social utópica que terão de confrontar. Herland subverte questões como a definição de gênero, a maternidade e o senso de individualidade. Gilman, nesta obra, cria umahistória revolucionária e dá uma importante contribuição às discussões sociológicas sobre os papéis masculino e feminino em sociedades de qualquer época.

Ficha técnica:

Editora: Via Leitura

Gênero: Literatura/Feminismo

Preço: R$ R$32.90

ISBN: 9788567097558

Edição: 1ª edição, 2018

Tamanho: 14x21

Número de páginas: 160

 

Sinopse: O papel de parede amarelo transita entre o terror gótico e uma alegoria da opressão feminina. A obra dá título a esta coletânea, que reúne textos ligados ao mistério e ao sobrenatural produzidos por Charlotte Perkins Gilman, uma das maiores autoras do feminismo mundial. Com tom autobiográfico – a autora também lidou com a depressão e um casamento frustrante – o conto apresenta uma esposa confinada em um quarto pelo marido, desenvolvendo uma obssessão pelo papel de parede, no qual enxerga mulheres aprisionadas. Enquanto o horror psicológico conduz este conto, em A glicínia gigante, A cadeira de balanço e A porta não vigiada Gilman flerta com histórias de fantasmas e de investigação sobrenatural. Quando fui uma bruxa apresenta uma mulher movida pela vingança, capaz de realizar seus desejos. Em Se eu fosse um homem, a autora lida com o fantástico em uma história de troca de corpos. Por fim, Água antiga apresenta uma história de abuso eassassinato.

Ficha técnica:

Editora: Via Leitura

Assunto: Literatura/Contos

Preço: R$ 29,90

ISBN: 9788567097657

Edição: 1ª edição, 2019

Tamanho: 14x21cm

Número de páginas: 96

 

 

 

 

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.