Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 22-07-2019 às 11:49

Duas personalidades femininas foram escolhidas para premiação em Mato Grosso

O Conselho Estadual  de Direitos da Mulher de Mato Grosso- CEDM/MT entregará em maio o prêmio  "Ruth Marques Correa da Costa”, para duas personalidades sendo uma "in memoriam". Os nomes não foram divulgados.

Conselheiras do CEDM/MT que participaram da escolha | Creditos: Divulgação-CEDM/MT

Foram escolhidas na reunião do Conselho Estadual  de Direitos da Mulher de Mato Grosso- CEDM/MT, ocorrida no dia 2 de abril, duas personalidades que receberão o prêmio  "Ruth Marques Correa da Costa”. A votação foi conduzida pela presidente Glaucia Amaral, que leu 12 curriculum das indicadas.

Os 12 curriculuns recebidos pelo CEDM/MT referem-se a 7 mulheres “in vida” e 5 “in memoriam”, e as duas escolhidas serão conhecidas no momento da premiação. Todos os curriculos foram lidos pela presidente.

O prêmio "Ruth Marques Correa da Costa” foi instituído em março de  2016, na gestão da defensora pública, Rosana Leite e  terá a edição deste ano entregue manhã do dia 3 de maio de 2019, na abertura do VII Seminário  de Políticas Públicas para Mulheres, que acontecerá no  Auditório da OAB/MT. Durante a reunião do CEDM/MT foram definidos também os encaminhamentos do  respectivo seminário.

A Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais-BPW Cuiabá é uma das entidades representantes do CEDM/MT, representada pela conselheira titular Margarethe Nunes (1ª vice-presidente) e por Marilza Moreira (2ª diretora Jurídica).

Sobre Ruth Marques Correa da Costa

Com a vida dedicada ao magistério, mulher simples e ao mesmo tempo forte, Ruth Marques Corrêa da Costa foi diretora da Escola Bernardina Rich por 19 anos, além de exercer o cargo de supervisora em várias escolas da Capital. Ajudou a criar a Associação de Professores Primários de Mato Grosso, tendo sido eleita a primeira presidente. Posteriormente, a mencionada associação se transformou no SINTEP/MT. Ruth foi ainda proprietária do Colégio Santa Cecília (escola particular) e, durante dez anos, concedeu várias bolsas de estudo para crianças carentes. Também ajudava mulheres necessitadas.

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.