Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 23-08-2019 às 05:11

Os cuidados com os cães no calor

Aumento da temperatura traz uma série de desconfortos para os pets e pode até mesmo estimular um quadro de hipertermia, condição grave que pode levar o animal a óbito

A tosa dos animais de pelame longo também é uma medida simples que pode auxiliar ospets durante o verão. | Creditos: Divulgação

As altas temperaturas têm trazido uma série de desconfortos para os humanos, mas engana-se quem pensa que os pets também não sofrem com o clima extremo. Para os cães o calor pode gerar uma série de incômodos e até mesmo causar hipertermia.

O quadro é caracterizado pelo aumento da temperatura corporal a níveis perigosos para a saúde do pet. O aquecimento do corpo, compromete o funcionamento dos órgãos e em casos graves pode até levar o animal ao óbito.

“Como não possuem muitas glândulas sudoríparas, a regulação térmica dos cães é feita pela respiração. Por isso, quando o tempo fica seco e quente os animais têm dificuldade para manter a temperatura corpórea dentro dos níveis recomendados, entre 37,5°e 39,2°C”, explica o Médico veterinário e Gerente Técnico da Unidade de Pets da Ceva, Claudio Rossi.

Além disso, outros fatores podem estimular o quadro, como a cobertura de pelo, particularmente em raças de pelame longo, ou até mesmo naquelas com pelagem dupla, com pelo e subpelo. Os focinhos mais curtos, presentes em animais braquicefálicos, como os pugs, por exemplo, também são fatores que dificultam o arrefecimento corporal dos pets.

Por isso, é imprescindível que os tutores fiquem atentos aos sinais de alerta apresentados pelo cão. Entre ossintomas apresentados estão, respiração difícil e ofegante, excesso de salivação, fraqueza, vômito, falta de resposta aos estímulos do tutor, entre outros.

“Em qualquer situação na qual o animal esteja muito ofegante, com dificuldade respiratória, e pouco responsivo aos estímulos, o indicado é colocar panos e/ou toalhas úmidas na região dorsal, e levá-lo imediatamente para atendimento do veterinário”, afirma Rossi.

Para proteger os cães do calor excessivo e de casos de hipertermia existe uma série de medidas simples que os tutores podem adotar. “É imprescindível que o pet tenha acesso livre a água fresca. Já para alimentação o ideal é oferecer alimentos mais úmidos, e refeições sem excessos na quantidade”, conta Rossi.

No caso de animais que ficam no quintal, por exemplo, é importante que exista uma área coberta disponível para que o pet se proteja do sol. Já para os pets que ficam sozinhos em casa ou apartamento, o indicado é colocar ventiladores no local onde o cão estará, ou manter o livre acesso do animal as áreas com ar condicionado.

“Os passeios e atividades físicas também devem ser realizados sempre fora dos horários mais quentes do dia. A utilização de focinheiras, particularmente de nylon, é contraindicada”, explica Rossi.

Outra dica para os dias mais quentes é permitir o acesso do cão, sob supervisão dos tutores, a piscinas, rios, lagos, entre outros. A tosa dos animais de pelame longo também é uma medida simples que pode auxiliar ospets durante o verão.

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.

thayze juliane becker . 17-03-2019 20:57hs

ate onde sei, se tosar eles vao sentir mais calor ainda pois é o pelo que regula a temperatura e não deixa o calor chegar no corpo deles...