Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 25-03-2019 às 16:07

"Sofri coisas catastróficas", diz Barbara Gancia

Jornalista gravou vídeo para campanha de combate ao alcoolismo "Só Por Hoje" onde fez revelações de como lidou com o mal

A jornalista Barbara Gancia foi o rosto da campanha "Só Por Hoje". | Creditos: Reprodução Facebook

O álcool mata cerca de 3 milhões de pessoas por ano em todo o mundo, segundo últimos dados divulgados pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Em Campanha de combate à doença, chancelada pelo Shopping Taboão, a jornalista e apresentadora Barbara Gancia faz um desabafo: “Sofri coisas catastróficas por beber demais”, diz emvídeo da ação.

Durante o mês de fevereiro, quem passou pelo Shopping Taboão foi impactado pela campanha que tem como mote o lema “Só Por Hoje”. A ação faz parte da programação Calendário do Bem, que durante todos os meses de 2019 trará temas escolhidos com objetivo de abraçar causas importantes ligadas à saúde, meio ambiente, acolhimento e solidariedade.

A iniciativa traz a também escritora do livro “Saideira” como exemplo de superação ao conseguir parar de beber depoisde 30 anos lutando contra o alcoolismo.

“Somos um empreendimento que mantém um fluxo de 1,5 milhão de pessoas por mês que circulam pelos nossos corredores em busca das melhores experiências de conveniência, lazer ou consumo. Conscientizar e alertar nosso público sobre uma das doenças que mais mata no Brasil e no mundo é nosso compromisso com a sociedade”, explica Mariuche Ismerin, gerente de marketing do Shopping Taboão.

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.