Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 25-04-2019 às 07:58

Penumbra é a nova exposição de Angelo Venosa

A nova série de esculturas de Angelo Venosa explora a luz e a sombra em exposição na Galeria Nara Roesler

Egresso da chamada “Geração 80″, o artista paulistano radicado no Rio de Janeiro é um dos principais nomes do cenário cultural contemporâneo. | Creditos: Divulgação/CASACOR

O resgate do principio renascentista do “chiaroscuro” marca a nova exposição do escultor Angelo Venosa. Egresso da chamada “Geração 80″, o artista paulistano radicado no Rio de Janeiro é um dos principais nomes do cenário cultural contemporâneo. A individual, que chega à São Paulo depois de percorrer os circuitos de Vila Velha e Belo Horizonte, é definida pelo contraste intenso e poético entre luz e sombra. Segundo a historiadora e curadora Vanda Klabin: “a inclusão das sombras abre um campo de possibilidades e articula a percepção das obras, que habitam um universo permeado pela artesania e pela tecnologia digital, já familiares à lógica do artista”.

Enquanto no século 15 a experiência inovadora do “chiaroscuro”, (literalmente claro-e-escuro), surgida no Renascimento, procurava trazer maior realidade a pintura aqui a técnica é revistada pelo artista, que busca contrariar a linearidade das formas e dar visibilidade a um universo mais escuro, não preciso. “A inclusão real da sombra abre um espaço possível, articula a nossa percepção, os nossos modos de ver, e essa simultaneidade de acontecimentos que segmenta um novo território parece sonegar a verdade do olho e possibilita uma grande variedade de acessos a uma realidade cifrada”, afirma a curadora.

Segundo Angelo Venosa, Penumbra foi definida durante sua residência artística realizada fora de casa, nos Estados Unidos. “Tinha o desejo de fazer uma exposição trabalhando com sombras. No final do ano passado, fiquei três meses em um estúdio nos Estados Unidos. Ao ficar afastado de tudo, ensimesmado, comecei a retomar alguns processos, a minha maneira de trabalhar nos anos 1980”, comenta.

Na galeria paulistana estarão expostas oito esculturas produzidas com diversos materiais, como bronze, madeira, tecido e fibra de vidro. Todas elas exploram áreas ora cheias e ora vazias, criando volumes que adquirem inesperada plasticidade. A instalação cênica das peças é capaz de construir uma atmosfera onírica do espaço.

Angelo Venosa é um dos poucos artistas da chamada “Geração 80” que se dedicou à escultura, em detrimento da pintura então em evidência. A partir da década de 1990, passou a utilizar materiais como mármore, cera, chumbo e dentes de animais, realizando obras que remetem a estruturas anatômicas, como vértebras e ossos. Mais recentemente, o artista começou a utilizar impressão em 3D e desenho assistido por computador para criar estruturas e exoesqueletos de compensado e metal que se assemelham a corais. Principais exposições: 19a Bienal de São Paulo, 45a La Biennale di Venezia e 5a Bienal do Mercosul. A retrospectiva em comemoração pelos seus 30 anos de carreira: MAM Rio de janeiro, Pinacoteca de São Paulo, Palácio das Artes, Belo Horizonte e MAMAM, de Recife.

 

Serviço:

Penumbra

Data: 9 de fevereiro até 16 de março de 2019

Local: Galeria Nara Roesler – Av. Europa, 655 – São Paulo.

Horário de funcionamento: De segunda a sexta das 10h às 19h e sábado das 11h às 15h

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.