Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 13-12-2018 às 13:38

64% das mulheres no mundo usam o modelo errado de peça íntima

De acordo com o coordenador de marketing da Lutestil, a empresa oferece para o mercado peças que se adequam ao corpo da mulher

| Creditos: Divulgação

O assunto gera uma certa discussão entre elas. Mas, até que ponto vale sentir-se linda e valorizar o corpo com um sutiã que não é do tamanho do seu seio? É isso mesmo, de acordo com uma pesquisa realizada pela Triumph International, cerca de 64% das mulheres no mundo usam o modelo errado da peça íntima. 

Mas, você tem ideia do porque acontece isso? Para Gustavo Justo, coordenador de marketing do Grupo Lutestil, fabricante da marca LUT Lingerie, esse é um hábito que cresce cada vez mais.

“É normal que as mulheres comprem o tamanho diferente de sutiã, seja maior ou menor. Na maioria dos casos, isso acontece devido ao design ou cor. Alguns casos acontecem também devido às novelas e propagandas em que a atriz faz uso de algum modelo que vira peça-desejo das mulheres. Porém, nos magazines nem sempre há todos os tamanhos, e ainda assim, elas compram do tamanho errado só para ter o produto”, explica.  

A pedagoga Aline Piva é uma das mulheres que já comprou sutiã do tamanho errado. “Com certeza, eu me enquadro nessa pesquisa. O maior problema que eu tenho na hora de sair para comprar algo para mim, com certeza é com sutiã. No meu caso, se eu comprar um sutiã que fique bem nas costas, ele fica muito pequeno na parte da frente. E agora, amamentando então, é bem complicado achar uma peça que fique certinha em mim.”

O coordenador da marca ressalta que a maioria dos casos acontecem com mulheres entre 18 e 40 anos. “Com o intuito de terminar com esta prática, a Lut oferece para o mercado uma peça chamada "mais seio, menos costas, que se adequa ao corpo da mulher. É algo inovador, que certamente diminuirá esse consumo de comprar sutiãs nos tamanhos errados.”

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.