Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 18-11-2018 às 19:39

De pai pra filho, de filho pra neto

A missão do escritório Stal Arquitetura foi reformar a antiga casa construída pelo avô de Marcelo, em 1955, na Vila Madalena, deixando-a atual, mas sem perder as características originais

| Creditos: Divulgação: Bat Comunicação

Construído em 1955 pelo avó de Marcelo, a casa de 112m², na Vila Madalena, ficou por muitos anos alugada e só em 2017, ele resolveu voltar às origens e ir morar com sua cadela Chica, na casa que era do seu pai.

Coube então as arquitetas Alessandra Pinho e Stella Teixeira, da Stal Arquitetura, a missão de transformar a antiga casa geminada em um lar com quintal para que o neto, Marcelo, pudesse receber seus amigos com todo o conforto. “A primeira idéia foi descascar todo o acabamento da parede da sala, pois sabíamos que ela havia sido construída com tijolos maciços, o que, com certeza, traria alma para o projeto”, afirma Alessandra.

Como  a casa era pouco ventilada e sem muita incidência de luz, e o desejo de Marcelo era poder ver da sala o gramado no fundo do quintal, a dupla colocou abaixo todas as divisórias existentes no térreo. Assim, a sala da frente foi integrada aos fundos do terreno, passando pelo lavabo, sala de jantar e cozinha. “Para trazer mais luz, abrimos as janelas onde podíamos”, afirma Alessandra. Por fim, para conferir uma atmosfera industrial ao projeto, Stella e Alessandra lançaram mão de esquadrias pretas, conduítes e iluminação aparente, finalizando tudo com um piso cimentício que foi aplicado na casa toda.

Já o andar superior não passou por grandes mudanças estruturais. Havia uma suíte na frente, além de um quarto e um banheiro nos fundos, que acabou se transformando em outra suíte. “O quarto dele ficou super confortável e com um tamanho ótimo. Tem até varanda”, pontua Alessandra.

Por ser a casa de um rapaz solteiro, a resistência, praticidade e facilidade de manutenção foram considerados pelo projeto. A estante da sala de estar, por exemplo, foi construída de concreto, com formas bem retas e simples. O conceito se espalha ainda por outros itens da casa, como no banco da sala de jantar, na estrutura dos gabinetes da cozinha e na bancada da churrasqueira. Todos feitos no material sólidos e fixos.

 

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.