Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 18-11-2018 às 20:00

“Stories para dormir” integra crianças com seus familiares

A primeira história, “Quem tem medo do escuro", é um texto autoral da redatora Vilma Schiante

| Creditos: PixaBay

Com o objetivo de reforçar a importância do incentivo à leitura desde a infância, assim como a conexão emocional entre pais e filhos, a agência de propaganda Gotcha criou o Instalivro “Stories para Dormir” para o cliente Drapolene Creme, da FQM/DIVCOM.

Em sua página, voltada para os cuidados com a pele dos bebês, @drapolenecreme, a marca vai publicar todo mês uma história diferente, especialmente criada pela equipe da Gotcha, para proporcionar momentos de interação entre os pais e as crianças, por meio da leitura e ilustrações lúdicas.

A primeira história, “Quem tem medo do escuro", é um texto autoral da redatora Vilma Schiante, e as ilustrações são do diretor de Arte, Pedro Andrade. “Partimos de importantes benefícios que a leitura oferece aos pequenos, como o desenvolvimento da atenção, concentração, vocabulário, memória, além do estímulo à criatividade e à curiosidade, para criarmos uma ferramenta direta de comunicação da Drapolene Creme com seu público”, conta o diretor de Criação, Carlos Coelho.

Ainda segundo Coelho, o aspecto da integração entre a criança e seus familiares reforça o posicionamento da marca “Passa carinho, passa proteção”. 

O Instalivro “Stories para Dormir” foi lançado em outubro, mês das Crianças, e será uma ação contínua, com publicações mensais de novas histórias criadas pela equipe Gotcha.

Acompanhe a história!

 

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.