Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 15-09-2019 às 09:57

7 grandes figurinistas que fizeram história

| Creditos: Shutterstock

Orry-Kelly (1897 - 1964)

Responsáveis por moldar os personagens por meio das roupas, os figurinistas são fundamentais na história do cinema. O australiano Orry Kelly está entre os mais icônicos da indústria, com mais de 300 trabalhos. |Ele foi premiado três vezes com o Oscar: em 1952, por "Um Americano em Paris", em 1958, com "Les Girls", e em 1959, com "Quanto mais Quente Melhor", estrelado por Marilyn Monroe (foto).

Edith Head (1898 - 1981)

Nascida em 1898, Edith Head é considerada uma das maiores figurinistas de Hollywood, onde trabalhou em mais de 400 filmes. Recordista no Oscar, foi indicada 35 vezes e ganhou oito estatuetas.

Walter Plunkett (1902 - 1982)

Considerado uma das maiores autoridades em trajes de época, Walter Plunkett criou alguns dos mais memoráveis figurinos na história do cinema, a exemplo dos do longa 'Cantando na Chuva'.

Adrian (1903-1959)

Adrian Adolph Greenberg , conhecido apenas como Adrian, assinou os figurinos de mais de 200 filmes. Por três décadas, criou vestidos exuberantes e glamourosos para divas como Greta Garbo.

Irene Sharaff (1910 - 1993)

Figurinos exuberantes para os musicais de Hollywood eram a especialidade da figurinista Irene Sharaff, que trabalhou entre os anos 1940 e 1980 e ganhou cinco Oscars.

Milena Canonero (1946 - presente)

Os figurinos da italiana Milena Canonero não são nada óbvios - pelo contrário, eles chefam a ser excêntricos e intrigantes. Premiada quatro vezes com o Oscar de melhor figurino, foi também responsável pelas roupas de séries de televisão famosas, como Miami Vice. 

Sandy Powell (1960 - presente)

A britânica Sandy Powell estudou na Central Saint Martins, renomada escola de design de Londres, mas não concluiu o curso para começar a trabalhar como figurinista na indústria do cinema. 

Colleen Atwood (1981 -presente)

Por trás dos looks psicodélicos e inventivos dos filmes de Tim Burton há um nome principal, o da figurinista americana Colleen Atwood. 

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.