Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 18-11-2018 às 20:24

Brechós são a nova onda para empreendedores no meio digital

Karina Penha é uma das empreendedoras que entrou de cabeça no segmento; as peças que ela garimpa são comercializadas no perfil do Instagram 'Minha Mãe Mandou'

Karina Penha gerencia o perfil no Instagram "Minha Mãe Mandou" onde vende peças garimpadas com inspirações do que está na passarela. | Creditos: Divulgação Minha Mãe Mandou / Studio Criativo

A designer digital Karina Penha, 25 anos, uniu o gosto pela moda com a oportunidade de gerenciar um negócio online. Por meio do perfil no Instagram 'Minha Mãe Mandou', ela comercializa peças para o público feminino. 

Mesmo atuando em um segmento completamente diferente, Karina nunca deixou de acompanhar as tendências das semanas de moda e coleções de suas marcas favoritas, principalmente aquelas comprometidas com valores sustentáveis. A ideia de transformar o hobby em oportunidade de fazer dinheiro veio dos conselhos da mãe que acabou inspirando o nome da lojinha virtual.   

O processo de seleção do que ganha o feed da loja é um grande 'brainstorm de estilo'. "Depois de garimpar muito, separo as peças e precifico. Após a higienização, fazemos o shoot e colocamos a venda. Fazer um shoot para uma coleção de roupas é puxado e mais trabalhoso do que parece, mas é tão gratificante ver a roupa ganhando vida através da lente que se torna o diferencial do brechó. Foco muito na produção das roupas, pois acredito que o nosso cérebro trabalha muito melhor quando enxerga a possibilidade de aplicar aquela roupa na vida real. Basicamente é o merchandising de loja com as vitrines, mas aplicado no online", explica. 

 

Testamos

A equipe do Portal Rosa Choque testou o serviço. Como um consumidor comum, acessamos o perfil e escolhemos uma peça. Combinamos a entrega em uma estação do Metrô em São Paulo. O pagamento foi feito junto com a entrega. A embalagem é artesanal, feita com papel pardo e amarração de barbante colorido. No centro do pacote um logo da loja desenhado à mão é a assinatura final do cuidado com o qual pedido é tratado. Esse é um dos diferenciais da Minha Mãe Mandou. 

 

Transição do negócio

Como todo bom empreendedor, Karina sonha em crescer e migrar para uma loja física.  

"Hoje já participamos de algumas feiras de exposição e bazares. Meu desejo é ter um ateliê para guardar, separar e fotografar todas as peças, que poderá também ser utilizado como ponto físico. Mas o primeiro passo será a inauguração de nosso e-commerce, que já esta em andamento".

A master coach financeira Eliane Jaqueline Metzner aprova os passos. "A loja virtual é uma excelente forma de empreender sem a necessidade de um ponto físico, mas em alguns segmentos, ter uma loja física pode impulsionar as vendas, além de dar mais visibilidade ao negócio. Para fazer esta transição, é necessário novamente fazer o planejamento, considerando os novos custos, estrutura física, despesas administrativas, pessoas, além do estudo de localização de acordo com o tipo de negócio e público alvo. Será importante simular os cenários para tomar decisões mais conscientes e que realmente tragam benefícios". 

Além de especialista em negócios, Eliane também é frequentadora de brechós. A prova está na foto ao lado, a blusa foi adquirida em uma das lojas que costuma comprar. Baseada em sua experiência como consumidora e profissional, ela aconselha os investidores que desejar surfar na onda dos brechós virtuais:   

"Neste caso são duas oportunidades aliadas: a venda de artigos que estão em desuso, o que promove a sustentabilidade e reduz a  utilização de recursos naturais, e o negócio online, sem a necessidade de uma estrutura física e custos aliados. No entanto, é importante o empreendedor tomar alguns cuidados ao montar o seu negócio online:

1 - Fazer um planejamento estruturado, primeiramente o estratégico, com os rumos do negócio (a ferramenta CANVAS ou os 5W2H são simples e práticas) e na sequencia o planejamento financeiro, com o custo de todas as ferramentas, estoque, se haverá consignação, prazos de pagamento e recebimentos, pessoas, treinamento, material, etc., além das projeções de vendas, margem de lucro e custos operacionais.

2 - Ter uma boa plataforma (site), prática, visualmente bem apresentável, com informações completas dos produtos e  adaptável a dispositivos portáteis, cada vez mais assumindo a preferência do público. Existem opções gratuitas, mais limitadas, e opções pagas que prestam suporte e customização.

3 - Meios de pagamento integrados: são duas opções: integração direta com os adquirentes(exemplo cielo, rede) ou por intermediadores de pagamento (exemplo: pagseguro, paypal). A opção por um intermediador também será útil, para um negócio de pequeno porte, por se responsabilizar pelas eventuais fraudes de cartões. É preciso analisar custos e benefícios de acordo com o volume do negócio. Comece com o que o atende, pois futuramente poderá substituir se desejar. É importante avaliar os custos mensais, por transação e de antecipação se precisar, para que a escolha seja adequada às suas necessidades.

4 - Buscar um convênio de entrega confiável, com correios ou transportadoras. Divulgar um prazo de  que não seja cumprido ou então avarias na entrega pode trazer prejuízos ao negócio.

5 - Cuidar da segurança do site e dos dados de seus clientes (dados pessoais, número de cartões, etc.), para evitar problemas com vazamento de informações e fraudes com as informações cadastradas.

6 - Organizar o marketing, com atenção especial ao conteúdo, à captação de leads (e-mails) e divulgação através das redes sociais. O marketing de permissão ocorre quando o cliente autoriza receber as mensagens,  no entanto, uma alta frequência pode trazer efeitos contrários, criando inclusive rejeição à marca. Agir com bom senso trará excelentes resultados". 

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.