Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 21-11-2018 às 12:01

5 causas inusitadas da queda de cabelo feminino

É comum encontrar quem sofra com essa diminuição dos cabelos por conta de hereditariedade, mas há também algumas causas inusitadas e pouco exploradas

Listamos algumas das doenças e condições que contam com a queda como um dos “sintomas”. | Creditos: PixaBay

A queda de cabelo é um problema corriqueiro na vida das mulheres de todas as idades. Mais de 40% da população feminina sofre com a perda intensa dos fios, chegando a recorrer a tratamentos diversos. O que não sabem é que essa diminuição de volume pode estar ligada a alguma doença ou problema recorrente, principalmente emocional, fazendo com que os tratamentos não deem resultado. 

É comum encontrar quem sofra com essa diminuição dos cabelos por conta de hereditariedade, mas há também algumas causas inusitadas e pouco exploradas. Listamos algumas das doenças e condições que contam com a queda como um dos “sintomas”.

Alopecia: A alopecia androgênica é a maior causadora da calvície nas mulheres. A doença é hereditária, ou seja, passada de pais para filhos e é caracterizada pela rarefação dos fios capilares - eles vão afinando cada vez mais até pararem de crescer completamente. Ela é uma hipersensibilidade de receptores hormonais no couro cabeludo, o que leva ao afinamento progressivo do fio de cabelo até a completa obstrução do folículo piloso (local onde nascem os fios). É uma condição que atinge 5% das mulheres, segundo dados da International Society Of Hair Restoration Surgery – Sociedade internacional de cirurgia de restauração de cabelos, em tradução livre.

Menopausa: Mulheres com idade entre 45 e 55 anos passam pela menopausa, ou seja, a última menstruação e a interrupção da produção dos hormônios femininos pelos ovários, incluindo estrogênio. Com isso, há a queda no nível de colágeno, hormônio responsável por manter os fios saudáveis, o que causa o enfraquecimento e queda dos fios.

Tireoide: A queda de cabelo é uma complicação muito comum em quem tem baixa produção dos hormônios tireoidianos, que também causa o crescimento lento dos cabelos, com fios finos e secos. A absorção de nutrientes pelo organismo fica reduzida nesses casos, o que aumenta ainda mais os problemas capilares.

Ovário policístico: O ovário policístico é uma síndrome que causa um desequilíbrio hormonal nas mulheres. Essa mudança nos hormônios pode desencadear diversos efeitos colaterais, como a queda de cabelos.

Micose: Por mais impossível que pareça, é possível ter micose no couro cabeludo. Ela nada mais é do que uma infecção causada principalmente por fungos das classes Trichophyton e Microsporum e leva a falhas circulares, ovaladas ou irregulares no couro cabeludo.

Depressão: O psicológico é um dos fatores que mais enaltece a queda dos fios. No caso da depressão, a tensão que afeta o sistema circulatório periférico, prejudica a fixação dos fios e também influencia aumentando a taxa do hormônio cortisol no sangue, que também colabora para a queda.

O Dr. Márcio Crisóstomo, especialista em transplante capilar e discípulo de Ivo Pitanguy, famoso por tornar o Brasil referência em tratamentos estéticos, explica que há muitos motivos para a queda intensa dos fios e que, em qualquer um deles, o método mais eficiente de recuperar a massa capilar é com o transplante.

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.