Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 11-12-2018 às 11:11

A CASACOR Bahia volta à vila urbana para celebrar A Casa Viva!

A mostra volta a ocupar a Chácara Baluarte, local que já foi sede do evento em 2014, para seguir a tendência do morar urbano e o retorno ao centro da cidade

| Creditos: Divulgação: CasaCor

Para celebrar A Casa Viva, a CASACOR Bahia volta à vila urbana, em um casarão que foi ocupado pela mostra em 2014. Trata-se da Chácara Baluarte – uma construção histórica do século XIX, com uma vista deslumbrante para a Baía de Todos os Santos.

“A CASACOR Bahia volta ao Santo Antônio Além do Carmo, pois aqui ainda podemos viver uma sensação de vila urbana, que está sendo muito bem retratada, por exemplo, na novela Segundo Sol”, explica Luisinha Brandão, franqueada da mostra baiana.

A escolha pelo bairro aponta para uma tendência contemporânea: o evento vai celebrar a ocupação do centro das cidades, onde as pessoas estão voltando a ocupar os meios e optando por bairros essencialmente residenciais, onde é possível ir a pé a cafeteria, consumir produtos de confiança e fazer um happy hour com amigos no barzinho.

Com 38 ambientes, a mostra inaugura um novo ciclo após 23 anos. No masterplan assinado pelo renomado arquiteto David Bastos, o visitante vai encontrar três grandes espaços: a área dos lofts, o coliving e a co-store.

 

Coliving

O coliving é uma celebração ao compartilhamento. Essa tendência, que é bastante conhecida no mercado de turismo (Airbnb) e mobilidade urbana (Uber), chegou de vez na arquitetura e na decoração. Neste espaço, o visitante vai encontrar quatro apartamentos individuais (20 m²) com conexão para uma área de uso compartilhado, com living, cozinha, sala de TV, coworking e banheiros. “O coliving permite resgatar uma convivência harmônica, olho no olho. Um contato que é cada vez mais valorizado atualmente”, comenta Luisinha.

 

Lofts

Na área dos lofts (38 m²), a principal atração é a vista espetacular da Baía de Todos os Santos. São onze lofts que serão decorados de acordo com as características de cada um dos moradores definidas pela criatividade do time de arquitetos que integrarão o elenco da mostra.

 

Co-store

Por fim, o visitante chega a área do co-store, que é uma das novidades da mostra neste ano. Essa área vai reunir uma loja e um restaurante colaborativo. A loja vai reunir trabalhos de artistas, artesãos e empreendedores locais nas áreas de gastronomia, decoração, artigos para o lar e acessórios masculinos e femininos. A curadoria está sendo feita por Geisa Bacellar, que já detém expertise na área de co-store.

Já o restaurante funcionará em um sistema de “ocupação gastronômica”. O ambiente vai receber, durante a mostra três operações diferentes, comandadas por chefs locais, que trarão versões pop-up de seus restaurantes para dentro da CASACOR.

O visitante poderá acessar o restaurante e a loja colaborativa sem necessariamente visitar a mostra.

 

* Mirante do Abacateiro. A arquiteta Aline Cangussú valoriza a amplitude do ambiente eliminando as barreiras visuais. A setorização dos espaços acontece pela diferença de alturas dos níveis e o detalhe em madeira no teto. Tons neutros enfatizam a fluidez entre as áreas. No estar, o destaque é o sofá Basic, do designer Jader Almeida.

 

Serviço:

CASACOR Bahia 2018

Data: de 27 de setembro a 11 de novembro / de terça a domingo das 16h às 21h

Local: Chácara Baluarte – Santo Antônio Além do Carmo

Ingresso: Entrada inteira: R$ 40 (inteira) / Meia-entrada: R$20 (Para idosos, estudantes universitários ou portadores de cartão da UNE)

Pagamento em cartão, somente débito.

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.