Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 21-08-2018 às 01:44

Em diferentes frentes, elas estão com tudo!

Anos de lutas pela igualdade de gênero resultam em grandes conquistas e o empoderamento feminino ganha força no mundo

| Creditos: Ana Ambiel

Elas são empreendedoras, ocupam importantes cargos e estão em quase todos os campos do mercado de trabalho. Os anos de lutas pela igualdade de gênero resultam em grandes conquistas, e o contemporâneo termo “empoderamento feminino” ganha força no mundo. Em diferentes frentes, elas são destaques como líderes.

“O lugar da mulher é onde ela quiser! Vemos a presença feminina em várias áreas, como nas agrárias, nas engenharias, no transporte, na construção... Acredito que essas barreiras serão vencidas com capacitação”, ressalta a Dra. Ana Cláudia Ambiel, que coleciona inúmeras conquistas, como nas avaliações externas, afinal, ela coordena a única graduação em Zootecnia particular do Brasil com conceito máximo (5) pelo Ministério da Educação (MEC).

A área das agrárias foi uma escolha natural para ela, pois cresceu num sítio em Americanas (SP). E a busca por altos níveis sempre esteve presente em seus objetivos, inclusive foi a melhor aluna da turma de zootecnia da USP, em 1992. Hoje, além da coordenação na Unoeste, ela também é presidente da Comissão Nacional de Educação em Zootecnia, do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), e participa de ações em todo o país.

Outro exemplo é a Maria Helena Cerávolo Lemos, que se destaca como empreendedora. Fez biomedicina e formou-se na 1ª turma de Farmácia da Unoeste, em 1981. É uma das fundadoras e atual diretora administrativa do Unilab, centro de análises clínicas referência no oeste paulista, e vice-presidente do Sindicato de Clínicas, Hospitais e Laboratórios de Prudente e Região. “O posicionamento atual do Unilab é fruto de 33 anos de muito trabalho, persistência, profissionalismo e qualidade comprovada pela acreditação DICQ - Sistema Nacional de Acreditação”. Ela afirma que ainda há desafios para as mulheres, principalmente ao conciliar família, trabalho e vida pessoal. “A mulher deve, primeiramente, se preparar em conhecimentos, ter objetivos, propósito claro e ser persistente para conseguir suas realizações profissionais e pessoais”.

A jovem Mariana Crespo Calza é presidente da atlética do curso de Odontologia. Segundo ela, os três cargos da diretoria são ocupados por mulheres e mesmo com tantas informações, ainda existe resistência masculina, em alguns casos. Mas o que realmente importa, para ela, é realizar um bom trabalho, como a premiação na Gincana Filantrópica da Unoeste deste ano, por ter sido a graduação que mais arrecadou leite para doação. “Fazemos diversas ações sociais e o nosso pensamento sempre foi: fazer o bem, faz bem”.

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.