Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 24-09-2018 às 19:50

Noivas e ballet: tradição, romantismo e elegância

Saiba quais são os tecidos e as tendências que conectam os dois mundos

| Creditos: Divulgação

Ritual das areias, do vinho, das velas, da água e sal... A maioria das noivas ainda não sabe como será a cerimônia do “grande dia”, mas certamente já imagina como será o vestido que irão usar. O que talvez muitas não saibam é que quase tudo o que conhecemos e entendemos hoje sobre vestidos de noiva possui ligação direta com o mundo do ballet.

Sim, a tradicional dança serve de inspiração para muitos vestidos. Dos mais clássicos aos moderninhos, você certamente irá encontrar vestígios dos figurinos da dança na peça.

“A princípio, os dois temas podem parecer muito distintos, mas a verdade é que existe uma afinidade entre o ballet e a noiva. Isso porque muitos vestidos possuem detalhes que foram inspirados nesse universo”, afirma Lilian Marrul, estilista da marca Evidence Ballet.

Confira as características que unem essas duas pontas, segundo a especialista:

Tule como protagonista

O principal elo entre os dois mundos, sem dúvidas, é o tule. “Ele é geralmente usado na parte da saia no figurino da bailarina, mas também aparece no vestido da noiva, assim como no véu e na grinalda”, explica Lilian.

 

Bordados e renda dão charme e elegância

Todo o conceito romântico do ballet muitas vezes é transferido para o look da noiva, que pode incluir transparências, bordados e aplicação de renda. “Os bordados são muito comuns em montagens mais tradicionais e, geralmente, a composição é acompanhada por pedrarias”, lembra a estilista.

 

Coque para dar mais charme e elegância

Outra tendência extraída do ballet que está muito presente na produção da noiva é o coque. ”O penteado é extremamente charmoso e romântico. No caso das bailarinas, o coque precisa estar sempre arrumadinho. Já no caso das noivas, é possível abusar um pouco mais da informalidade e apostar em opções mais despojadas, mas sempre com um toque de charme e elegância”, finaliza a especialista.

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.