Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 15-11-2018 às 03:50

O que é o eSocial? E para quê serve?

| Creditos: PixaBay

Você já deve ter ouvido falar do eSocial, a ferramenta que formaliza digitalmente todas as informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais que se referem aos empregados e empregadores, sejam eles da iniciativa privada ou do setor público.

Mas na prática, você tem ideia para que foi criado o eSocial e como utilizá-lo?

Marcos Rodrigues, CEO do Contabfácil, ferramenta online que trata de toda a contabilidade de empresas do Simples Nacional, Profissionais Liberais e MEIs, preparou um tutorial para esclarecer todas as dúvidas possíveis sobre este tema que ainda gera muitas dúvidas.

 

Quem pode (e deve) participar do eSocial?

Antes de mais nada, o CEO do Contabfácil lembra que empregadores pessoa física ou jurídica, urbanos ou rurais, assim como as cooperativas, as instituições sem fins lucrativos e a administração pública (nas esferas municipais, estaduais e federal) são obrigadas à adesão das normas e prazos previstos para a entrega dos eventos do eSocial.

 

Para que foi criado o eSocial?

Marcos Rodrigues enumerou os principais objetivos do eSocial que são: - Substituição das principais obrigações acessórias (Sefip/Gfip, Grrf, Caged, Dirf, Rais, CAT, LTCAT, PPP e Livro de Registro de Empregados);
- Substituir gradualmente várias obrigações acessórias, possibilitando a correta apuração dos tributos, contribuições e do FGTS;
- Simplificação do cumprimento das obrigações por parte dos empregadores com a redução dos custos;
- Redução na redundância de informações;
- Manter a garantia dos direitos dos trabalhadores;

 

Como ficam as contribuições previdenciárias?

Todas estas contribuições serão recolhidas através de documento de arrecadação DARF gerado pelo sistema de Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais Previdenciários e de Outras Entidades e Fundos – DCTFWeb.

Este envio de informações já está valendo e alguns prazos (Fase 1, Fase 2 e Fase 3) já passaram, porém ainda temos as seguintes datas:
- 07/2018 (Fase 4): substituição da GFIP e compensação cruzada;
- 01/2019 (Fase 5): para os eventos relacionados à segurança e saúde do trabalhador (SST).
- 07/2018 – Entidades empresariais que tiveram faturamento no ano de 2016 superior a 78 milhões;
- 01/2019 – Demais empregadores e contribuintes, exceto os integrantes da administração pública;
- 07/2019 – Administração Pública. Como fazer a qualificação cadastral?

A Qualificação Cadastral é a etapa do eSocial criada para comparar os dados do Cadastro de Pessoa Física (CPF) e o número de Identificação Social – NIS (NIT/PIS/PASEP). É nesta qualificação que estão aparecem todas as inconsistências que impedem o envio dos dados do cadastro de colaboradores ao ambiente do programa.

"Quando detectadas, todas essas inconsistências precisam ser ajustadas pelo empregado junto ao órgão envolvido." alerta o CEO do Contabfácil.

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.