Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 15-09-2019 às 09:26

Entenda os cuidados específicos do cabelo liso

| Creditos: Shutterstock

Quem acredita que cuidar de cabelo liso é fácil, está enganado. Cada espessura e movimento de fio exigem uma atenção especial em tratamento e cortes, como os cacheados e crespos. O UOL procurou profissionais para falar sobre os diferentes tipos de liso e indicar os melhores cuidados para cada um deles.

Liso fino

Este tipo de cabelo é aquele parecido com o fio de bebê, pouco encorpado, muito brilhante, e com tendência a ser oleoso e grudado na cabeça --quase não segurando nem grampo. Para tratá-lo o indicado são produtos que não pesem na raiz e deem uma encorpada nos fios. “Xampus secos são ótimos para tirar a oleosidade e dar textura. Fique longe de óleos”, indica Day Marques, do Hi Salão (SP).

Liso médio ou natural

Esses fios têm densidade e volume maior, mais balanço e movimento e conseguem segurar melhor modeladores de cachos. Douglas Dias, do Studio W Alphaville (SP), indica máscaras de tratamento para garantir mais brilho e maciez. No dia a dia, os profissionais indicam produtos voltados a cabelos normais.

Liso grosso

Este é um cabelo reto, pesado, difícil de modelar e muito volumoso. Ulisses SJ, hairstylist do EAC Salon (SP) afirma que para esse tipo de fio é indispensável o uso de uma linha mais disciplinante, com mais óleos vegetais que nutram e promovam suavidade à fibra do cabelo. Day Marques recomenda que o liso grosso seja lavado com frequência, com produtos que removam bem a oleosidade da raiz.

Como cortar?

Assim como o tratamento, a hora de cortar o tipo de liso faz toda a diferença. Para o cabelo liso e fino, Wesley Nóbrega, do Studio W Higienópolis (SP), indica que se deve deixar os fios mais uniformes e retos. “Se cortado em camadas, os degraus vão ficar evidentes”, diz. Day Marques lembra, ainda, que cortes médios ou curtos são mais recomendados: “longo, o fio fino acaba perdendo a força e ficando ‘mirrado’”, diz

Para os lisos naturais, Douglas Dias indica abusar das formas --lembrando que o corte também deve considerar o formato do rosto. “Pode-se criar desde um Joãozinho até mesmo um cabelo com bastante movimento”, diz. Ulisses SJ indica repicados e desfiados.

Os fios grossos também são versáteis, mas os profissionais contraindicam comprimentos muito curtos e repicados, pois podem ficar espetados. O ideal é somente desfiar. O long bob, corte que já é tendência há algumas temporadas, é o mais indicado para quem tem liso natural ou grosso.

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.