Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 12-12-2018 às 21:06

Curta os jogos da Copa sem deixar os pets em apuros

Atenção deve ser redobrada com filhotes e animais de pequeno porte

| Creditos: PixaBay

Quem pretende assistir aos jogos da Copa na companhia de um pet deve ficar atento a algumas situações que podem comprometer o bem-estar do animal. Além do estresse, esse tipo de comemoração pode causar prejuízos à saúde do pet e até acidentes se alguns cuidados não forem tomados.

Os tutores que pretendem receber visitas, por exemplo, devem observar o comportamento do cão ou gato na presença de outras pessoas. Alguns pets podem ficar incomodados com humanos “invadindo o seu espaço”, com o excesso de movimentação ou de barulho.

A atenção deve ser redobrada quando se trata de filhotes ou animais de pequeno porte, de acordo com o médico-veterinário Rodrigo Soares Mainardi, presidente da Comissão Técnica de Clínicos de Pequenos Animais do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo (CRMV-SP). “Cães ou gatos muito pequenos correm o risco de serem pisoteados quando há aglomeração de pessoas, o que pode ocasionar fraturas de patas, de costelas ou de coluna, por exemplo.”

 

Excesso de barulho

Vuvuzelas, televisão no volume máximo, fogos de artifício e até mesmo os gritos de gol têm grandes chances de causar desconforto ao animal. “Alguns animais chegam a passar mal com o barulho, podendo apresentar febre, apatia e até vômito ou diarreia, desencadeados por fatores emocionais” explica o médico-veterinário. Sendo assim, se o pet apresenta muita sensibilidade e se estressa facilmente, o tutor deve tentar evitar que ele seja exposto a sons muito altos.

Mainardi alerta ainda para o risco de fuga do animal. “Por ficarem com medo, alguns animais tendem a se esconder ou, em casos mais extremos, podem acabar fugindo de casa. Isso é muito comum nessas ocasiões, inclusive devido ao entra e sai de pessoas.”

 

No clima da Copa

Para quem vai vestir o animal de estimação de verde e amarelo, o presidente da Comissão de Clínicos de Pequenos Animais do CRMV-SP diz que adereços e fantasias são permitidos, desde que não prejudiquem a mobilidade e o conforto do pet. Para isso, o tamanho e o peso da fantasia devem ser proporcionais ao porte do animal.

“Os tutores devem ter um cuidado especial com tintas, purpurinas e maquiagens que não são de uso veterinário, pois podem causar graves dermatites e reações alérgicas sérias” reforça Mainardi.

 

Comilança

Outro ponto de atenção são os alimentos consumidos nesses eventos, como pipoca, amendoim, frituras e churrasco. Como não são alimentos próprios para cães e gatos, é importante evitar que os animais tenham acesso a esses petiscos. “Vale orientar também os familiares e amigos para que não ofereçam comida ao animal”, sugere Mainardi.

Se o pet ingerir algum alimento impróprio acidentalmente, a recomendação é levá-lo a um médico-veterinário para que este avalie o grau de comprometimento ou não da sua saúde. “Se o tutor observar algum tipo de distúrbio (vômito, diarreia ou outros) o animal deverá ser acompanhado por um médico-veterinário e mantido em observação”, salienta Yves Miceli de Carvalho, médico-veterinário presidente da Comissão Técnica de Nutrição Animal do CRMV-SP.

Nesses casos, durante os jogos e comemorações, o ideal é restringir o acesso de cães e gatos a determinados cômodos da casa, onde eles poderão circular com mais tranquilidade. Outra opção é hospedar o pet em um hotel ou creche, especialmente se ele já estiver habituado a frequentar esse tipo de espaço.

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.