Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 23-06-2018 às 09:33

Criança mente ou não mente?

Educadora infantil dá dicas de como lidar com a mentira na infância

| Creditos: PixaBay

As crianças começam a mentir por volta dos 2 e 3 anos, idade que inicia o processo de verbalização com as frases mais longas. Nessa fase, normalmente, a mentira acontece para substituir aquilo que elas ainda não são capazes de lembrar ou por uma falha de interpretação. Um exemplo, você pergunta como foi o dia e elas inventam algum fato para contar algo que não recordam ou que não compreenderam muito bem. A mentira, nesses casos, dialoga com o faz de conta, é uma narrativa inventada, fantasiosa, que coloca essa criança em destaque. É uma fase que se for bem trabalhada, costuma passar. Aqui a educadora infantil Camila Queres, do canal CriaMinha, dá cinco dicas para lidar com a mentira na infância:

- Não se preocupe tanto. A mentira nesse período não está associada a uma questão de caráter, seu filho não é um mentiroso. Na primeira infância mentir é algo natural. Deixe para discutir as questões de moral e ética mais para frente e se esses hábitos persistirem.

- Não dê tanta importância a mentira. Quanto mais se coloca em destaque, mais a criança consegue o que ela quer: atenção de uma forma negativa. Também não comente a situação perto da criança porque ela percebe.

- Há muitos livros e histórias infantis que falam sobre a importância de se falar a verdade. Vale trabalhar essas histórias, principalmente em parceria com a família, a escola e a cuidadora.    

- Regras e consequências. Aplique consequências relacionadas diretamente a situação da mentira. “Não foi você que sujou a parede? Mas você vai me ajudar a limpar mesmo assim”; “não foi você que bateu no seu irmão? Mas você vai pedir desculpa mesmo assim”. Mostre para a criança que a situação da mentira traz sempre uma consequência.

- Reforce os comportamentos positivos. Elogie toda vez que a criança se mostrar verdadeira, for honesta e contar exatamente o que aconteceu.

- Para conferir as dicas no canal CriaMinha, clique aqui.

 

Sobre a especialista

Camila Queres -  Idealizadora do berçário escola Toddler Desenvolvimento Infantil , a educadora infantil Camila Queres trabalha há mais de 15 anos na área de educação. É formada em Letras pela UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro) e tem pós-graduação em Gestão e Educação. Entre os colégios que atuou estão a Escola Britânica do Rio de Janeiro e a Chapel School, em São Paulo. Hoje, além de comandar o berçário escola Toddler Desenvolvimento Infantil, faz a gestão do berçário corporativo da Unilever. Também é mãe de Bento (2 anos) e de Joaquim (1 ano).

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.