Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 19-10-2018 às 05:19

Ingredientes funcionais contribuem com gestação e primeira infância

Os alimentos enriquecidos com ingredientes funcionais contribuem com a nutrição adequada e podem trazer benefícios efetivos à saúde, inclusive durante a gravidez e a primeira infância

| Creditos: Divulgação: Máquina Cohn & Wolfe

Já é senso comum que uma boa nutrição garante o bom funcionamento do organismo e fortalece as defesas contra possíveis doenças. Os alimentos enriquecidos com ingredientes funcionais contribuem com a nutrição adequada e podem trazer benefícios efetivos à saúde, inclusive durante a gravidez e a primeira infância.

O ômega 3, por exemplo, é um dos ingredientes de grande importância para mulheres grávidas. É recomendado para reduzir o risco de parto prematuro, apoia o desenvolvimento do sistema nervoso e os olhos do feto, bem como ajuda na prevenção da depressão pós-parto. Segundo estudo da BASF, nos primeiros mil dias de vida, desde a concepção até os dois anos de idade, os ácidos graxos de cadeia longa, ácido docosahexaenoico (DHA) e o ácido eicosapentaenóico (EPA), presentes no ômega 3, são componentes essenciais para o sistema nervoso de uma criança em crescimento e moléculas de sinalização para a resposta imunológica. As pesquisas mostram que a suplementação de ômega 3 desde a gestação até a primeira infância, apresenta uma janela de oportunidade para influenciar positivamente o desenvolvimento do sistema imunológico do bebê, até mesmo prevenir alergias e doenças inflamatórias como a asma. Apresenta ainda impacto positivo sobre síndromes metabólicas e diabetes tipo 2

Para os bebês, a vitamina D também é interessante para garantir o desenvolvimento saudável dos ossos, contribui para o funcionamento do coração e do cérebro, além de ser necessária para o bom desenvolvimento do sistema imunológico. A vitamina D também evita problemas como raquitismo e sarcopenia. A vitamina B12 previne a anemia e, em combinação com vitamina B6 e B9 protegem a saúde cerebral e a função cognitiva. Vegetarianos estritos correm alto risco de desenvolver deficiência de vitamina B12, tornando importante a suplementação ou o consumo de alimentos fortificados.

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.