Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 23-06-2018 às 09:37

Freela precisa declarar seu rendimento para o Fisco também

| Creditos: Divulgação: KAKOI Comunicação

 mercado de trabalho já aceitou a figura do freelancer - ou freela, como é popularmente conhecido. Pois saiba que esta modalidade que une profissionais liberais e empresas para projetos específicos (chamado no meio de "job") possui um braço contábil por trás. Em outras palavras: quem faz freela precisa declarar esses rendimentos de formas específicas para o Imposto de Renda.  

Essa busca pela profissionalização está reduzindo trabalhos realizados na informalidade já que as dificuldades vem crescendo com um maior cerco da Receita Federal e até mesmo dos próprios clientes, que optam por quem pode dar mais confiança no serviço ou no produto.

Marcos Rodrigues, CEO do Contabfácil, ferramenta online que trata de toda a contabilidade de empresas do Simples Nacional, Profissionais Liberais e MEIs, explica que existem duas formas de se fazer a contabilidade de um freelancer.

Uma das alternativas é que este profissional faça tudo na Pessoa Física e neste caso é necessário incluir na declaração de Imposto de Renda Pessoa Física no mês de abril todos os valores que recebeu:

"Se foram um ou dois trabalhos ao longo do ano, isso já basta. Agora, se o volume de jobs for maior e os trabalhos mais constantes, é preciso fazer o que chamamos de carnê-leão. Ou seja, todos os meses é,preciso fazer a apuração do que recebeu na pessoa física, sempre lembrando que algumas despesas são dedutíveis, e se faz um pagamento da DARF dos meses em que teve trabalho. No final do ano fecha tudo com para o Imposto de Renda Pessoa Física."

A outra maneira seria que este profissional  ter uma empresa e, a partir de então, dar nota normalmente. Marcos Rodrigues lembra que neste caso não interfere o fato do freelancer possuir um emprego regular ou não: "É possível trabalhar como empregado em uma empresa através de CLT em uma empresa e ter um negócio próprio apenas para poder prestar freela." completa.

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.