Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 23-06-2018 às 09:38

Saiba como usar acessórios nos pets

William Galharde, gerente de estética da Petz, orienta como colocar enfeites, laços e gravatas, mas sempre com atenção ao bem-estar dos bichinhos de estimação

| Creditos: PixaBay

Para deixar os pets mais fofos, há vários acessórios como laços, xuxinhas, chuquinhas, pompons, enfeites, gravatinhas, bandanas e roupinhas. Mas é importante saber usá-los sem prejudicar o bem-estar e a saúde dos bichinhos. Ficar com um laçinho sem trocar por muito tempo, por exemplo, pode incomodar, quebrar o pelo e provocar feridas. O alerta é do gerente de estética da Petz, William Galharde, um dos groomers mais premiados do país. 

Ele explica que a troca de enfeites como os laços deve ser feita pelo tutor a cada dois a três dias. Isso se o pet gostar de usar e for tranquilo. Para aqueles que não suportam acessórios, que ficam arrastando a cabeça para tirá-los, o ideal é não utilizá-los e deixar os pelos soltos. “Às vezes, as pessoas falam que não conseguem recolocar o enfeite. Nesse caso, é melhor ficar sem do que permanecer com o laço a semana inteira. Além de embaraçar e quebrar o pelo, pode machucar o pet, o que é muito mais grave”, afirma Galharde.

 

Como trocar

Na hora de tirar o enfeite, é importante usar uma tesoura pequena para cortar o elástico, em vez de puxá-lo. Assim, o pelo fica preservado e não machuca o pet. Depois, é preciso passar o pente bem devagar para desembaraçar os fios que estavam presos. Para recolocar, evite pegar o pelo da parte do canto do olho, para não deixar repuxando. Segure só o pelo do alto da cabeça e coloque o elástico com cuidado. Outra dica importante, é colocar o pente por baixo para ter certeza que não está puxando a pele.


Dicas e cuidados

1 - Gravatinha 

Dê preferência para as gravatinhas com elástico e evite as que prendem com fita. Mas é importante ficar atento, sempre retirar o acessório após algumas horas de uso, principalmente à noite, para não machucar o pescoço do pet. O mesmo vale para as bandanas.

 

2 – Laço

Os enfeites maiores são mais fáceis de colocar. Usar apenas nos pets que estão acostumados e gostam. Para aqueles que não suportam, é melhor fazer uma franja e esquecer os acessórios. 

 

3 – Roupinhas

As roupas devem enfeitar ou aquecer, mas não podem comprometer o movimento dos bichinhos. Por isso, procure escolher tecidos naturais e estilos que sejam confortáveis.

 

4 – Tamanho

Para se certificar do tamanho, é preciso sempre medir três dedos entre a roupinha e o corpo do pet, principalmente, na região do pescoço.

 

5 – Escovação

A roupinha deve ser retirada toda noite, principalmente para os cães de pelo longo, para fazer a escovação e evitar a formação de nós na pelagem. 

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.