Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 23-06-2018 às 09:46

Dez dicas para os pets enfrentarem o tempo seco

Clínicas da Petz registram aumento de cerca de 60% nos problemas respiratórios; muitos bichinhos precisam de inalação para amenizar os efeitos da baixa umidade

| Creditos: PixaBay

A baixa umidade do ar também afeta a saúde de cães e gatos. A Petz teve um aumento de cerca de 60% de casos de problemas respiratórios e oculares, para atendimentos ambulatoriais, inalação, oxigenioterapia e até emergências em suas clínicas. Assim como as pessoas, os pets apresentam sintomas como coceiras nos olhos, boca seca, cansaço, dificuldade para respirar e desidratação.

Alguns bichinhos podem ficar ofegantes e sofrer de crise respiratória com ar seco. “Nesta época, os principais problemas são respiratórios, como a traqueobronquite canina ou a rinotraqueite felina. Caso não sejam tratados adequadamente, esses transtornos podem levar a complicações e até a uma pneumonia”, alerta a veterinária Karina Mussolino, gerente de clínicas da Petz. Ela orienta sempre a levar o pet ao veterinário.

As raças com focinho curto ou achatado, como pug, shih-tzu, buldogue e pequinês, costumam sofrer mais, pois já apresentam dificuldade para respirar e acabam tendo esses efeitos agravados. “Muitos pets necessitam de inalação para amenizar o impacto do ar seco”, avalia a Dra. Karina. Filhotes e idosos também precisam de cuidados redobrados. 

Com a baixa umidade, os olhos dos pets podem ficar mais vermelhos, lacrimejantes e com coceira. Ao tentar aliviar a coceira com as patinhas, há risco de provocar lesões ou até levar bactérias para os olhos, causando a conjuntivite.

 

Veja a seguir as orientações da Dra. Karina. 

Como amenizar os efeitos do clima

1 - Fique atento à alimentação, se o pet está se comendo bem, se continua ativo e brincando.

2 - Leve sempre recipientes de água para os passeios. Em casa, troque a água várias vezes ao dia.

3 - Deixe toalhas molhadas ou bacias com água próximas aos locais de descanso. Umidificadores de ar também são recomendados.

4 - Diminua quantidade de exercícios, principalmente entre 10h e 16h.

5 - Faça hidratação com produtos específicos para pets.

6 - A inalação pode e deve ser feita somente com soro fisiológico para animais com problemas respiratórios durante fases de tempo seco, pois umidifica as vias aéreas e facilita a respiração.

7 – A limpeza dos olhos deve ser feita com solução fisiológica, passando o algodão delicadamente.

8 - Mantenha a vacinação contra a gripe em dia, assim como todas as outras, além do reforço anual.

9 - Fique atento a qualquer sinal de tosse, secreção nasal e ocular e dificuldade respiratória grave.

10 - Leve o pet para um check-up e diagnóstico precoce de alterações respiratórias.

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.