Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 19-06-2018 às 04:25

Mulheres de Mato Grosso treinarão defesa pessoal de graça

Em comemoração ao Mês da Mulher, em todo o Brasil, serão realizadas aulas especialmente desenvolvidas para que elas conheçam a defesa pessoal israelense e percebam que é possível se defender, mesmo de agressores maiores e mais fortes

| Creditos: PixaBay

Durante o mês de março, em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, a Federação Sul Americana de Krav Maga vai realizar, em todo o Brasil, aulas especialmente voltadas para elas. O objetivo é mostrar que a defesa pessoal israelense é eficiente para que as mulheres estejam mais atentas no seu dia a dia e que é possível se defenderem em qualquer situação, mesmo contra agressores maiores ou mais fortes.

A programação será a mesma para todas as academias credenciadas pela Federação no Brasil, Argentina e México. Os exercícios vão simular os tipos de ataques mais frequentes para elas – roubo de bolsa, agressão, puxão pelo braço ou pelo cabelo, enforcamento, estupro, entre outros.

As mulheres interessadas, que devem ter 14 anos ou mais, deverão obter um convite para um mês de treinamento gratuito na academia mais próxima (verificar as possibilidades de academias credenciadas no site).

“Nosso objetivo é que as mulheres percebam que elas podem se prevenir contra a violência, mudando a forma com que elas lidam com o medo e com sua autoestima”, afirma o israelense Grão-Mestre Kobi Lichtenstein (faixa-preta – 8º Dan), introdutor do Krav Maga no Brasil e fundador da FSAKM.

Desenvolvido em Israel, na década de 40, por Imi Lichtenfeld, o Krav Maga não é uma arte marcial e sim a única modalidade reconhecida mundialmente como arte de defesa pessoal. Foi criado para que, a partir do treinamento adequado, qualquer pessoa - independentemente de sua idade, sexo ou forma física - possa se defender de um ou mais agressores, armados ou não, usando técnicas simples e eficazes.

Grão Mestre Kobi explica que, com a violência crescente nas ruas ou mesmo dentro de casa, as mulheres precisam estar preparadas para se proteger e para proteger seus filhos. “O treinamento de Krav Maga dá a essa mulher a condição psicológica e física para que ela vença o medo e seja ativa no combate à violência, nem que seja por meio da denuncia”, afirma Grão Mestre Kobi.

 

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.