Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 19-06-2018 às 04:27

Meu cachorro come muito rápido. O que isso pode causar?

Você alguma vez já se preocupou ou pensou qual poderia ser o motivo do seu cachorro comer muito rápido? O veterinário Marcelo Eckmann fala sobre o assunto

Você sabia que animal pode ter apetite mental? | Creditos: Shutterstock

Quando seu cãozinho ingere a ração de forma muito rápida ele também acaba engolindo ar e isso pode gerar arrotos e flatos (o famoso pum). Comer muito rápido também pode ocasionar engasgos, vômitos, má digestão, torção gástrica (principalmente em raças grandes) e até asfixia por não mastigar direito o alimento.

Uma observação importante: Caso seu pet fique apático, com o abdome inchado, ande curvado e não consiga vomitar após se alimentar, corra imediatamente para o veterinário mais próximo. A torção gástrica é uma enfermidade muito grave e que precisa de atendimento imediato.

 

Você precisa se perguntar algumas coisas antes de começar qualquer mudança:

- Quantas vezes meu cão é alimentado no dia?

- A ração que eu estou oferecendo é de qualidade? Ela supre todas as necessidades nutricionais dele?

- O grão da ração é do tamanho ideal para a raça e tamanho do meu cão?

- Meu pet é possessivo com a comida?

- As necessidades básicas (atividade física, mental e social) estão sendo supridas?

 

A ida ao veterinário é a primeira atitude que você precisa tomar. Na clínica, o médico veterinário vai avaliar se está tudo bem com o seu pet, se existe a possibilidade de infestação parasitária (os parasitas intestinais afetam na absorção dos nutrientes pelo cão, e isso ocasionará um aumento no apetite) e também se a quantidade de ração oferecida diariamente está correta.

 

Por que o cachorro come tão rápido assim?

Não necessariamente um cão que come rápido está com fome. Na verdade, esse tipo de atitude está mais relacionada com o comportamento (apetite mental) do que com a fome (sensação física de fome). O comportamento de comer rápido pode se iniciar antes mesmo do filhote sair da ninhada e ir para um novo lar, como por exemplo na amamentação da mãe com os filhotes. Em ninhadas grandes os filhotes precisam se esforçar para conseguir mamar, e isso significa competir com os outros irmãozinhos para conseguir se alimentar. Isso gera um comportamento de disputa por alimento e o filhote leva esse aprendizado para o novo lar. Mesmo quando não há outro animal na casa, esse comportamento pode existir.

Essa foi a forma que a natureza criou para gerar o apetite mental nos animais. É como se a natureza preparasse os filhotes para se esforçarem e irem em busca do seu próprio alimento. Se esforçar e gastar energia para se alimentar é natural para os cães. Na natureza a maior parte do gasto energético dos animais é durante a alimentação, seja procurando pela comida e caçando, no caso dos carnívoros, seja andando muitos quilômetros atrás de pastagens, no caso dos herbívoros. O modo como o cão se alimenta não é errado, isso é normal porque existe um apetite mental que foi construído quando o cão era filhote. Quando fornecemos a ração de forma fácil em um comedouro, a maioria deles simplesmente engole a ração de forma rápida e não gasta energia nenhuma.

Quem nunca viu aquele filhote ou até mesmo adulto que come como se não houvesse amanhã? Por essa razão, o horário da refeição pode gerar uma certa competição por comida e possíveis brigas, principalmente em casas que possuam dois ou mais cães.Talvez seu cão coma muito rápido porque é ansioso. Lembre sempre de oferecer uma rotina saudável com passeios regulares, enriquecimento ambiental e uma vida social com outros cães e pessoas. Os cães precisam ter suas necessidades básicas supridas. Você sabe quais são essas necessidades? Basicamente elas se resumem em atividade física, atividade mentale atividade social. Vou explicar sobre essas necessidades no próximo artigo!

É importante lembrar que algumas raças tem predisposição para serem mais gulosas, como os pugs, labradores, beagles, bulldogs, entre outros.

 

Cachorro que come muito rápido: o que fazer?

Confira algumas dicas:

1 - Utilize brinquedos interativos que consiga colocar a ração dentro. Dê um pouco de trabalho para seu peludo comer e se manter ocupado enquanto come, assim ele vai comer mais devagar.

 

2 - Alimente-o enquanto treina! Essa é sem dúvida uma ótima opção. Aproveite o horário da comida para treinar alguns comandos de obediência e truques. Além se gastar energia e fazer atividades, você criará um vinculo maior com seu pet!

 

3 - Divida a refeição em várias partes ao dia. Se o seu pet normalmente come 2 vezes ao dia, passe a oferecer 3 ou 4 vezes. *Sempre respeitando a quantidade diária ideal para o peso e idade dele.

 

4 - Existem também alguns comedouros específicos para dificultar que seu cão coma rápido. Esse tipo de comedouro possui alguns obstáculos dentro e dificulta a apreensão da ração.

 

5 - Outra opção é colocar a ração em um comedouro de ponta cabeça. O comedouro vai ficar parecido com uma forma de fazer pudim. Assim, a ração vai ficar só nas bordas, dificultando e diminuindo o tempo que o cão se alimenta.

 

6 - Coloque alguns objetos (grandes e que ele não consiga engolir por engano) dentro do comedouro. Desse modo o pet vai precisar desviar do objeto para comer a ração.

 

7 - Se tiver dois cães ou mais, coloque os para comer em tigelas diferentes e, se possível, afastados um do outro.

 

Sobre o especilaista

Marcelo Eckmann é médico veterinário formado pela Universidade Anhembi Morumbi, adestrador comportamentalista na empresa Tudo de Cão e apaixonado por cães.

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.