Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 10-12-2018 às 14:07

Sou Fujimoto assina centro universitário com cubos de vidro

O arquiteto japonês criou um centro de aprendizagem para a Universidade de St. Gallen na Suíça

| Creditos: CasaCor

O arquiteto japonês Sou Fujimoto criou um centro de aprendizagem para a Universidade de St. Gallen na Suíça. O projeto foi estruturado com uma pilha de cubos de vidro mantidos por molduras brancas.

O estúdio de Sou Fujimoto ganhou um concurso para projetar o HSG Learning Center da Universidade de St. Gallen com a proposta denominada Open Grid – Choices of Tomorrow. Os cubos irão variar entre 3,5 e 18,5 m de altura, um projeto destinado a se destacar no campus, sem parecer perdido em meio à área residencial em que está localizado.

Tanto a fachada como as paredes interiores do Open Grid serão feitas de vidro do chão ao teto. As divisórias internas poderão ser rearranjadas para permitir que os tamanhos, formas e layouts das salas sejam alterados de acordo com as necessidades dos alunos e professores.    

A universidade encomendou o centro de aprendizagem para fornecer um espaço que ajudasse os alunos a enfrentar os desafios da digitalização. Um júri composto por 16 membros escolheu a proposta Open Grid por seu conceito didático desenvolvido e sua ambição arquitetônica, bem como a acessibilidade.

Doadores já somaram 40 milhões de francos suíços para a execução do projeto. Os custos totais são estimados em até 50 milhões de francos suíços e mais outros 10 milhões para administrar o centro. A construção está prevista para começar em 2019, com data de conclusão prevista para o início de 2022.

Para outro projeto de universidade, desta vez em Paris, o projeto vencedor da competição, também de Fujimoto, apresentou árvores crescendo em torno de uma estrutura de vigas e vidraças brancas. O arquiteto também está envolvido na concepção do empreendimento Joia Meìridia de € 275 milhões em Nice, na França. O design para uma torre residencial foi rodeado marquises e varandas. Para um novo projeto residencial em Bruxelas, ele projetou um complexo de torres com uma fachada esculpida por varandas arborizadas.

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.