Jornal Rosa Choque
Publicidade

Glitter pode fazer mal para a pele

Saiba como deve ser usado o principal adereço para brilhar no Carnaval

Além de destacarem a importância do uso do protetor solar, para proteger a pele dos raios UV, as especialistas indicam utilizar glitters em versões hipoalergênicas. | Creditos: PixaBay

O uso do glitter no rosto e no corpo já pode ser considerado a primeira regra carnavalesca. Folião que é folião não dispensa seu uso para brilhar nas pistas desse Carnaval crescente, que toma conta de Belo Horizonte ano após ano. O pozinho brilhante garante um visual colorido, divertido e estiloso e ainda deixa as fantasias mais glamourosas. E, como gente é pra brilhar, são necessários alguns cuidados para que o produto não cause danos à pele.

“O glitter pode ser aplicado em todo o rosto e no corpo, entretanto, é necessário muito cuidado nas regiões do nariz e, principalmente, dos olhos, já que são mais sensíveis e se irritam com facilidade. Ele também não deve ser aplicado em locais irritados ou com ferimentos, pois apresenta risco de contaminação secundária e pode piorar a lesão", explica a médica Valeska Rios, diretora da Clínica Donaire.

Além disso, alguns glitters vêm acompanhados por gloss, que não prejudica o lábio, mas pode afetar a pele, quando passados no corpo e no rosto. “O glitter que contem gloss deve ser aplicado com moderação, porque ele seca muito lentamente, podendo ficar acumulado em algumas regiões do corpo, causando alergias”, acrescenta a médica Lívia Rajão, também diretora da Clínica Donaire.

 

Versões hipoalergênicas

Além de destacarem a importância do uso do protetor solar, para proteger a pele dos raios UV, as especialistas indicam utilizar glitters em versões hipoalergênicas. “Uma boa dica é passar um pouco do produto antes do Carnaval, inclusive colar as pedrinhas de strass, e observar a reação do organismo. Hidratar a pele também é importante para diminuir as chances de irritação”, ressalta Valeska.

Lívia reforça que, para evitar outros riscos, alguns cuidados devem ser tomados antes de aplicar o produto: limpe a região com um sabonete facial, use creme hidratante específico para sua pele e passe gloss transparente – com moderação, quando usá-lo no corpo e no rosto – ou protetor labial, para afixar o glitter em seguida. Para retirá-lo, use água micelar, óleo corporal ou um demaquilante bifásico, que minimiza aderências, facilitando a remoção do glitter.

Não esfregue muito pra evitar a irritação da pele.

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.