Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 19-10-2018 às 22:09

Broa feita com melado de cana

O ingrediente é nutritivo e pode ser incluído nas receitas do dia a dia

Após retirar o bolo do forno, com a massa ainda quente, pincele a broa com o restante do melado. Deixe esfriar para servir. | Creditos: PixaBay

Desde a chegada da colônia portuguesa ao Brasil, diversos aspectos da nossa cultura foram influenciados, como é o caso da culinária. A broa de fubá, um doce tradicionalmente lusitano, agrada grande parte dos brasileiros e pode ser encontrada em diversas regiões do país, com diferentes adaptações. Um exemplo é a incorporação do melado na receita, uma das formas encontradas para adaptar o sabor ao paladar nativo.

Pouco conhecido, principalmente no Sudeste e Sul, o melado é um xarope líquido que provém do processo de evaporação do caldo de cana ou, em alguns casos, da rapadura, passando por processos tecnológicos próprios. A nutricionista Marcia Daskal pontua que o componente pode trazer diferentes benefícios à saúde: “Além de ser um adoçante natural, ele é rico em ferro, potássio, cálcio e é uma ótima fonte de energia”.

O antropólogo Raul Lody afirma que o ingrediente pode ser usado em pratos salgados ou doces, tornando-os mais atraentes por ser facilmente manuseado em desenhos e por sua cor. “A broa de melado é um ótimo jeito de começar a colocar em prática diferentes formas de adoçar as receitas. Além disso, vale a pena experimentar, pois é uma opção bem brasileira, saborosa e descomplicada”, ressalta.

Abaixo estão os ingredientes e o modo de fazer a receita – sugestão enviada e testada pelo próprio Raul. Não deixe de experimentar e aumentar seu portfólio culinário!

 

Broa de melado

Ingredientes:

- 600ml de melado
- 3 ovos
- 3 copos de farinha de fubá
- 2 copos de farinha de trigo peneirada
- 1 colher de sopa de fermento químico em pó
- ½ copo de óleo vegetal
- ½ copo de leite morno
- Erva-doce a gosto

 

Modo de fazer: Numa tigela grande o suficiente para conter todos os ingredientes, adicione 500ml de melado e os ovos inteiros, e com uma colher de pau vá mexendo suavemente para agregar o melado aos ovos. Depois, acrescente a farinha de fubá e misture; então, acrescente a farinha de trigo e continue a mexer até ficar uma mistura homogênea.

Agora, adicione o leite morno e depois o óleo, misturando-os a massa. Sempre faça movimentos circulares e suaves enquanto mexe. Adicione a erva-doce e, por último, o fermento. Mexa suavemente.

Unte uma assadeira retangular com óleo e polvilhe com farinha de trigo antes de colocar a massa. Coloque no forno pré-aquecido e asse por aproximadamente 35 minutos. Após retirar o bolo do forno, com a massa ainda quente, pincele a broa com o restante do melado. Deixe esfriar para servir.

 

Curta o Portal Rosa Choque no Facebook

 

Sobre a Campanha Doce Equilíbrio:

A Campanha Doce Equilíbrio, é uma iniciativa da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA) e tem como objetivo promover a informação sobre o equilíbrio na alimentação e estilo de vida.

Equalizando o debate sobre o açúcar como componente que pode e deve fazer parte de uma vida saudável, a campanha visa o bem-estar da sociedade.

No blog, o público pode acompanhar e participar interativamente dos conteúdos relacionados ao universo do açúcar. O projeto conta ainda com o apoio da Associação das Indústrias Sucroenergéticas de Minas Gerais (SIAMIG), do Sindicato da Indústria de Fabricação de Etanol do Estado de Goiás (SIFAEG), e do Sindicato da Indústria de Fabricação do Álcool do Estado da Paraíba (SINDALCOOL).

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.