Jornal Rosa Choque
Publicidade

Você tem tempo para sua família, amigos ou para você mesmo?

Somos capazes de agir e mudar, basta descobrir o que queremos. | Creditos: PixaBay

Quantas vezes você chegou em casa cansado após oito horas preso em um trabalho que você definitivamente não gosta? Some tudo isso ao tempo que você perdeu no trânsito e almoços rápidos em restaurantes que nem sempre te satisfazem. O que sobra para a o resto do seu dia? Você consegue passar um tempo com a sua família, seus amigos, cuidar de suas coleções e seus hobby, assistir um filme no cinema ou uma série na sua casa?

 

Leia mais:

Taxação de bebidas açucaradas é ineficaz no combate à obesidade

Qual o impacto das postagens dos influencers, na vida das pessoas?

 

Se você se identificou até agora e não está nada satisfeito com o rumo que a sua vida está tomando, saiba que é hora de tomar uma atitude e começar a viver com propósito.  

Para a Master Coach, Bianca Caselato, antes de viver com um propósito é necessário sentir-se com um: "A insatisfação pessoal afeta tudo. Nos traz trabalhos que desgastam e consomem todo o nosso tempo livre, as energias e pode até mesmo destruir relações. Não adianta mudar de emprego sem se conhecer primeiro, pois o trabalho só irá refletir esta insatisfação pessoal."

 

Curta o Portal Rosa Choque no Facebook

 

Um despertar interno chamado propósito

Este chamado interno só acontece acontece quando é possível ser quem você é de verdade e fazer ou trabalhar naquilo que realmente faz sentido. Para Bianca, todos somos capazes de agir e mudar, basta descobrir o que queremos.

Caselato explica que ter propósito é ser você mesmo e não se sacrificar de graça - e ilustra bem esta situação:

"Eu atendi um advogado que após anos com seu próprio escritório descobriu que não era feliz no que fazia. E ele adorava cervejas artesanais. Após um trabalho intenso de life coach ele descobriu a sua verdadeira vocação que era produzir a sua própria bebida e comercializar. Além da cerveja artesanal, hoje em dia ele já ampliou o seu negócio e está produzindo também cidra artesanal. Ele ganhou mais tempo para ele mesmo, satisfação pessoal e qualidade de vida." ilustra Bianca Caselato.

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.