Jornal Rosa Choque
Publicidade

Livro retrata amizade de crianças de culturas diferentes

Lançamento da Editora DSOP, A menina do rio retrata o relacionamento entre uma garota indígena e uma garota da cidade pautado no respeito às diferenças

O livro contou com a consultoria de Daniel Munduruku, premiado escritor indígena com mais de 40 livros publicados, Doutor em Educação pela USP (Universidade de São Paulo). | Creditos: PixaBay

Duas garotas que, aparentemente, não têm nada em comum se encontram no Parque Indígena do Xingu e se permitem se conhecer. Amana é indígena e vive nesta que é a maior e mais importante reserva indígena brasileira e conhece Luna, uma garota da cidade que foi até lá com sua mãe, que é médica.

 

Leia mais:

Escritora de 15 anos, lança “Coragem sem Limites”

Documentário sobre bailarias cegas

 

Por ser narrado pela pequena Amana, em primeira pessoa, o livro transparece o estranhamento natural de conhecer alguém diferente. Nas ilustrações delicadas da paraibana Luyse Costa, o leitor acompanha também o ponto de vista de Luna.

Ambas têm sonhos não materiais, que se convergem na figura da sereia Iara. É durante uma contação de histórias, à noite sob a luz das estrelas, que elas ouvem dos mais velhos sua lenda. A figura folclórica une Amana a Luna de forma que elas jamais poderiam imaginar.

 

Compromisso com a realidade

O livro contou com a consultoria de Daniel Munduruku, premiado escritor indígena com mais de 40 livros publicados, Doutor em Educação pela USP (Universidade de São Paulo). Contando com sua expertise, a obra retrata a cultura indígena da comunidade Kuikuro – a qual Amana pertence – com base em aspectos reais, como as pinturas no rosto e no corpo de Amana e sua família, por exemplo.

 

Ilustrações: universo à parte

As ilustrações são de Luyse Costa, paraibana de João Pessoa e graduada em História pela Universidade Federal da Paraíba. A artista cede seus traços para demonstrar duas formas diferentes de retratar a mesma realidade, aos olhos da menina do rio e da garota da cidade.

Luyse Costa ilustrou também diversos outros livros, tanto para adultos quanto para crianças, como O menino do dinheiro em cordel, Diana, Luana, Luanda e O sonho secreto de Alice, todos da Editora DSOP.

 

Material paradidático

Ao ser adotado por escolas como material paradidático, o livro A menina do rio é acompanhado de um plano de aula que oferece diretrizes para trabalhar as diversas possibilidades do livro de forma pedagógica.

 

Curta o Portal Rosa Choque no Facebook

 

Sobre o autor

O lançamento é da Editora DSOP e de autoria de Reinaldo Domingos, Doutor em Educação Financeira que, visando a preservação cultural, buscou de forma poética relatar parte da tradição dos povos indígenas para crianças do ensino infantil.

Em sua infância, Domingos  sonhava em ter uma bicicleta. Hoje sonha com uma sociedade em que, independentemente da cor, classe social ou cultura, todas as pessoas possam realizar seus sonhos, assim como Amana e Luna.

Domingos é autor do best-seller Terapia Financeira e de diversos outros livros, publicou as séries O menino e o dinheiro e O menino do dinheiro; e os livros O menino do dinheiro em cordel, além de duas Coleções Didáticas de Educação Financeira para o Ensino Básico e da Coleção dos Sonhos, com os programas “Descobrir”, “Explorar”, “Expandir” e “Construir”, adotados em diversas escolas públicas e privadas do Brasil. 

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.