Jornal Rosa Choque
Publicidade

Jovens aderem ao vintage e idosos o contemporâneo

Os idosos estão buscando profissionais de decoração para renovar suas casas e dar um ar moderno. Assim desfrutam do prazer de passar mais tempo na morada, curtindo cada detalhe

Muita cor e luz natural caracterizam a morada cheia de vida da terceira idade atual. | Creditos: Rodrigo Tozzi

Daqui a 15 anos, de acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), haverá mais idosos que jovens no país. E já agora é possível ver o perfil que vem sendo moldado desta que está sendo chamada de nova terceira idade. Os idosos estão mais ativos que nunca, mais livres, independentes, críticos e, quando se trata delas, ainda mais vaidosas.

 

Leia mais:

26ª CasaCor Brasília apresenta ambientes coloridos e inovadores

5 dicas para usar bicarbonato de sódio na limpeza de casa

 

E essa mudança de comportamento da terceira idade se reflete em suas escolhas. Na decoração, por exemplo, ao contrário dos jovens que estão em busca do resgate do vintage, os mais velhos querem o contemporâneo. Eles buscam o frescor de algo novo e entusiasmante. “O público mais velho preza por um lar cheio de cores e vida. Esse perfil não costuma aderir ao vintage. Mesmo quando não falam, dão preferência para mobília mais atual, com mais frescor”, detalha a designer Melina Mundim, especialista em projetos dedicados à terceira idade.

 

De fato, o depoimento de Maria de Lourdes Freitas, de 70 anos, e cliente de Melina, confirma esse desapego aos móveis antigos. “Muitos dos meus móveis me remetiam a lembranças não muito boas e por isso quis tudo novo. Além do mais, móveis novos trazem a sensação de vida nova”, afirma.

Maria de Lourdes é um típico exemplo da nova terceira idade. Ela faz pilates, caminhada, estuda inglês, sempre se encontra com as amigas para por o papo em dia, gosta de cozinha e, apesar de viajar muito, gosta mesmo é de ficar em casa curtindo sua morada contemporânea, idealizada por Melina. “A casa interfere muito nossa mente. Se ela está bacana, a mente da gente fica bacana. Minha casa está com mais vida. Pura ostentação! A renovação ajudou na sua organização, fiquei mais disposta, mais feliz, promove uma sensação de bem-estar. Hoje tenho prazer de ficar em casa”, declara. 

Curta o Portal Rosa Choque no Facebook

 

Para Melina, o mais marcante nesse tipo de projeto é justamente a alegria do ambiente, que pelo visto, também está estampada em Maria de Lourdes. “A confiança que esse tipo de cliente tem no nosso trabalho é algo maravilhoso. É um cliente já que tem bagagem de vida e isso se transmite dentro de casa. A decoração fica com mais personalidade”, salienta a profissional.

A designer conta porque as cores em projetos voltados para a terceira idade é uma excelente opção: “Imagino que a preferência pela quantidade de cor dentro de casa se dê pelo fato de que quando vamos envelhecendo a percepção das cores diminui, então, essa mistura é sempre bem-vinda para o olhar”.

Não há proibições nesse tipo de decoração, mas alguns cuidados precisam ser tomados. “Tapetes são sim permitidos, porém, é bom colocar antiderrapante. As coisas de uso diário sempre devem estar à mão para o cliente não precisar subir em escadas ou banquinhos. Sofás de living na sala são melhores para a coluna por serem menos profundos”, encerra Melina. 

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.