Jornal Rosa Choque
Publicidade

O contemporâneo sob óticas singulares

A arquiteta Renata Ferreira e a designer Danielle Bellini exibem na Casa Cor 2017 a beleza de olhares diferentes sobre o mesmo estilo: o contemporâneo. Os projetos distintos se conectam pelo uso da tecnologia e zelo com a escolha do mobiliário

Exclusividade, conforto e tecnologia. Usando esses conceitos, a designer Danielle Bellini demostra o morar contemporâneo na Casa Cor Minas. | Creditos: Jomar Bragança

De 12 de agosto a 17 de setembro, Belo Horizonte recebe mais uma edição da Casa Cor. A mostra que contará com 40 ambientes traz o conceito de morar bem na contemporaneidade. E dois projetos, um assinado pela designer de interiores Danielle Bellini, do escritório Bellini Arquitetura e Design de Interiores, e outro pela arquiteta Renata Ferreira, destacam-se bastante nesse quesito.

No projeto da designer, denominado Home, o aconchego está aliado à tecnologia. “Utilizei o que há de mais moderno em automação para que através de comandos de voz as pessoas pudessem ligar a luz ou a TV, por exemplo. Já o clima de conforto, item indispensável nas moradas atuais, foi obtido através da mistura de materiais, como madeira e couro, que conferiu ainda um toque luxuoso ao ambiente”, destaca Daniele.

Já na proposta da arquiteta Renata Ferreira, a tecnologia está ligada ao mundo dos games. Ela criou um projeto que atende ao desejo de diversão do público entre 5 e 12 anos. “O Espaço Game foi inspirado no programa do Youtube Authentic Games, do youtuber Marco Túlio. O layout possui características inspiradas no jogo Minecraft”, conta Renata.

O mundo dos games - com sua personalidades e conceitos - ganha destaque no ambiente projetado por Renata Ferreira, na Casa Cor Minas. Foto: Jomar Bragança

Além do uso da tecnologia, aplicada com objetivos e de formas diferentes, os ambientes das profissionais têm ainda em comum cuidado a escolha criteriosa do mobiliário, o que conferiu destaque aos projetos. Os móveis foram escolhidos por elas com muito zelo para que agregassem beleza e outras funções como saúde e exclusividade.

Danielle fez questão de desenhar cada detalhe de todos os móveis, que foram feitos sob medida para que o amplo espaço ganhasse contornos únicos. Tanto empenho fez prevalecer o conceito contemporâneo no projeto. “Nos projetos desenvolvidos em nosso escritório estamos, cada vez mais, desenvolvemos mobiliário, peças de iluminação e até mesmo alguns objetos de complementos criados exclusivamente para os clientes de forma a garantir personalidade e autenticidade a morada. O meu espaço na Casa Cor retrata exatamente essa tendência”, acrescenta a designer.

Já Renata, escolheu os móveis tendo em vista uma preocupação bem específica, a ergonomia. “Como as crianças ficam muito tempo sentadas jogando videogame, a escolha do mobiliário visou evitar problemas futuros como dores de coluna e outras enfermidades”, explica a arquiteta.

Para conferir cada detalhe dos projetos, saber como funciona a automação por comando de voz e como são os móveis desenhados por Danielle Bellini e descobrir como Renata conseguiu trazer o Minecraft para sua composição, basta dar um pulinho na Casa Cor que fica na Rua Sapucaí, 383, no bairro Floresta.

 

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.