Jornal Rosa Choque
Publicidade

Empresária fatura milhões em mercado dominado por homens

Cintia Virginio quebrou paradigmas e atua em segmento pouco explorado pelas mulheres empresárias; ela ajuda pequenos produtores a exportar

A empresa de Cintia Virginio faz planos de dobrar o faturamento neste ano. Em 2016, a Zeit faturou R$ 1 milhão. | Creditos: Joyce Cavichio

A empreendedora Cintia Virginio, 37 anos, começou trabalhando na área de trading aos 18 anos, antes mesmo de fazer faculdade e ela identificou-se com o ramo e buscou uma formação para se especializar no tema.

Após trabalhar em uma empresa de trading no Centro de São Paulo, ela resolveu abrir um negócio e realizar o sonho da maioria dos brasileiros, ter o seu negócio. Em 2009 com investimento inicial de R$ 10 mil para o aluguel de um escritório e 01 computador, assim nasceu a Zeit Trading.

 

Leia mais:

Coach ensina mulheres a assumirem as rédeas de suas vidas

Coco Chanel e Giorgio Armani inspiram Camila Borin em seus projetos

 

Quebrando vários paradigmas do setor de trading, que na maioria das empresas é comanda por homens, Cíntia Virginio tem como foco trabalhar com novos clientes no exterior e está sempre em busca de pequenos produtores no Brasil. Este ano a empresa está com o objetivo em fortalecer o conceito 'ONE STOP SHOP' no mercado de prestação de serviços da área de Comércio Exterior (tendência de mercado ainda pouco difundida no Brasil e que possibilita ao cliente produtor / fabricante a contratação de um único facilitador com know-how abrangente e capaz de gerir suas experiências no Comércio Exterior). A Zeit Trading realiza a importação e exportação de produtos para qualquer parte do mundo, tanto para pessoa física quanto jurídica.

 

Curta o Portal Rosa Choque no Facebook

 

“Nosso diferencial é que não vamos atrás de pessoas estabelecidas, mas pequenos e médios produtores”, diz a empreendedora.

O Grupo Zeit é formado pelas empresas: Zeit Trading, Se7eComex e XDel Despachos, e atua desde a concepção do projeto e planejamento logísticos, passando pelo transporte nacional, procedimentos aduaneiros e burocráticos até a entrega no destino, incluindo a emissão de registro e de certificados.

A empresa faz planos de dobrar o faturamento neste ano. Em 2016, a Zeit faturou R$ 1 milhão.

 

Inspire-se com outras histórias na editoria Mulher em Destaque do Portal Rosa Choque

 

Mulheres totalizam 43% do mercado investidor

Cresceu o número de mulheres empresárias no Brasil. Segundo pesquisa realizada pelo Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), a atuação do público feminino no segmento subiu 34%, nos últimos 14 anos. Dados da Organização Mundial do Trabalho (OIT) reforçam o quanto as mulheres têm assumido a linha de frente no mundo corporativo brasileiro: entre 5% e 10% das cadeiras de chefia e CEOs são ocupadas por elas. 

Os estudos apontam o protagonismo feminino que,  geralmente, é motivado pela responsabilidade de desenvolver habilidades profissionais que possibilitem horários flexíveis para conciliar a geração de renda com os cuidados a família e vida pessoal.

A idade média das investidoras é de 44 anos, mulheres maduras com experiência de vida, anos de atuação em outras empresas com carteira assinada, em busca de retorno financeiro e liberdade para escolher seu ramo de atuação. O cálculo da idade é do Serasa Experian que também constatou outro número significativo: quase metade dos negócios no país são de empreendedoras, totalizando 43% da fatia do mercado ou 5,5 milhões de mulheres.

Leia o texto na íntegra.

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.

webflavia . 19-07-2017 10:41hs

Olá Isso é apenas um teste!