Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 24-07-2019 às 00:23

Acredite no seu negócio

Carolina Cavalcante, 26 anos - sócia fundadora da BUW - Business Woman | Creditos: Divulgação

Carolina sempre acreditou que o negócio que abrisse deveria estar alinhado a um propósito forte que direcionasse minha vida. Fiel defensora da meritocracia e, dentro deste contexto, dos direitos igualitários sem distinção de gênero, ela resolveu apostar uma empresa que fosse um canal divulgador e fortalecedor do conceito do empoderamento feminino. Assim surgiu a BUW - Business Woman, em 2012.

Com mais dois sócios, a marca foi criada com o objetivo de oferecer looks completos de qualidade e com preços acessíveis para mulheres executivas, elegantes e modernas. Com algumas dificuldades iniciais, como os altos custos dos impostos, Carol afirma que questões importantes para dar o início a uma startup, como conseguir capital, estruturação de business dentro de um certo budget e criação de uma cultura forte, são aprendidas apenas no dia a dia da empresa.

Como pontos positivos de uma mulher empreendedora, ela afirma que sempre se nivelou de igual para igual com homens. "Acredito que a capacidade de cada um, independente do gênero, é construída a partir de cultura, educação e oportunidades. Claro que, como mulher, sofro com preconceitos e tenho que me provar capaz muito mais do que se fosse homem, mas coloca isso na cesta de desafios a serem superados para que mais mulheres, como eu, toquem seus negócios e profissões com maestria", completa.

Carol ainda dá dicas para quem quer seguir o caminho do empreendedorismo: "Empreender já é uma aventura, não podemos criar mais uma barreira com o fato de sermos mulheres, pois essa barreira não existe. Julgamentos e preconceitos todos sofrem por diferentes motivos, mas devemos nos conhecer, saber o que temos de melhor, explorar essas qualidades e torná-las em negócios rentáveis".

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.