Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 22-07-2019 às 22:37

Novo medicamento aprovado pela Anvisa

| Creditos: Shutterstock

A liraglutida agora tem seu uso aprovado para tratamento da obesidade e chega ao mercado com o nome de Saxenda. A resolução 505/2016, da Anvisa, foi publicada no Diário Oficial da União . O medicamento ainda não está disponível para a venda, tendo em vista que acabou de ser aprovado e agora segue para a fase de produção.

Nos EUA, a Food and Drug Administration (FDA), aprovou o medicamento em dezembro de 2014, como uma opção de tratamento para o controle crônico do peso corporal, associado a uma dieta reduzida em calorias e à prática de atividade física regular.

Dra. Paula Pires endocrinologista da Clinica Essenza (São Paulo), explica que a medicação, já havia sido aprovada em 2010 para o tratamento de diabetes tipo 2 no Brasil, com o nome comercial de Victoza. O medicamento age estimulando o receptor de um hormônio que o próprio organismo produz, chamado GLP-1.

“Este hormônio é produzido naturalmente pelo nosso intestino, em resposta a uma alimentação. Atua diretamente no nosso cérebro, enviando sinais de saciedade e de redução do apetite (Nos diz após uma refeição: Chega! Pode parar de comer, você já está cheio!).” Explica a endocrinologista Dra. Paula Pires.

Foi comprovado que indivíduos obesos possuem uma falha nesse hormônio - que não age tão bem, o que explica um descontrole na hora de comer. Estudos provaram que o uso dessa medicação leva ao menor consumo de alimentos, maior e ainda, modifica a preferência alimentar, reduzindo a escolha de alimentos ricos em açúcar e gordura em prol de alimentos mais saudáveis.

Dra. Paula Pires alerta, que o paciente não deve fazer uso dessa medicação sem acompanhamento médico, pois não é indicada para todos, pois possui contraindicações e efeitos colaterais como qualquer outra droga. Além disso, é uma medicação injetável de alto custo (em torno de 400 reais por mês), então apenas seu médico de confiança poderá pesar o risco/benefício de se investir nessa medicação.

Dra. Paula Pires, é especialista em Endocrinologia, Metabologia e Clínica Médica; especialista em Endocrinologia Pediátrica. Como endocrinologista e clínica geral, atua nas mais diversas áreas da medicina, sempre com uma visão global do funcionamento do corpo humano. Atende todas as faixas etárias, desde a infância, seguindo o crescimento, a puberdade e o desenvolvimento até o envelhecimento e suas alterações hormonais características. Atualmente atende os pacientes em consultório próprio na Clinica Essenza em São Paulo.

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.