Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 21-07-2019 às 13:18

Aji de Gallina: receita peruana ganha toque especial com cerâmicas brasileiras

Criação da Chef Paulistana Paula Labaki, a receita de origem peruana vai conquistar as mesas do Brasil

| Creditos: Divulgação

A culinária peruana é como uma caixinha de surpresas. A harmonia dos ingredientes transformam as receitas em pratos espetaculares, que já começaram a percorrer pelo Brasil. Em recente viagem ao Peru, a Chef Paula Labaki conheceu novos sabores e, já de volta ao nosso país, começa a colocar em prática tudo que viu por lá.

Para “misturar” as culturas, um ingrediente perfeito para surpreender os amantes da boa gastronomia, a Chef optou pela Receita Aji de Gallina, servida em cerâmicas brasileiras. “As peças usadas para servir as refeições mudam 100% as receitas, não apenas no visual, mas também no aroma, que fica valorizado dependendo da nossa escolha”, diz.
A Chef optou por uma caçarola cor Pomodoro da Linha Terrine da Ceraflame, indústria catarinense que fabrica cerâmicas atóxicas e 100% resistentes a choques térmicos.

Vamos à receita?

Ingredientes:
1 peito de frango
1/3 xícara de pasta de aji amarelo
1/3 xícara de pasta de aji Mirassol
1 colher de pasta de aji especial panca
1 cebola roxa brunoisse
2 xícaras de caldo de galinha
16 fatias de pão de forma
1 lata de leite evaporado
Sal
Pimenta branca
10 batatas cozidas
2 ovos cozidos
6 azeitonas
Folhas de alface
10 gr de pecans

Como fazer?

Fritar a cebola e o alho até caramelizar, colocar os ajis, sal e pimenta. Desfiar em pedaços grandes o frango. Reservar o caldo do cozimento. No refogado, juntar o pão já molhado no leite evaporado. Adicionar o frango, mexer bem. Juntar o leite aos poucos, e o caldo se for preciso. Retificar o tempero. A textura deve estar cremosa.

Servir sobre batatas cozidas, ovos cozidos. Decorar com azeitonas, nozes e queijo ralado

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.