Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 15-09-2019 às 10:02

Aliada no combate à obesidade infantil

O sobrepeso e a obesidade impactam diretamente na qualidade de vida de uma criança. | Creditos:

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou recentemente que a obesidade infantil atingiu taxas alarmantes e se tornou um “pesadelo explosivo”. No mundo, pelo menos 41 milhões de crianças com menos de cinco anos de idade estão acima do peso ou obesas. Desde 1990, esse número aumentou em 10 milhões. O sobrepeso e a obesidade impactam diretamente na qualidade de vida de uma criança trazendo consequências físicas, psicológicas e até na própria saúde. A OMS aponta ainda que a falta de regulamentação no comércio de alimentos e bebidas calóricas é o principal fator para esse aumento.

Já utilizada com sucesso como tratamento auxiliar a outros tipos de problemas, como ansiedade, fobias e dependência química, por exemplo, o presidente e fundador da Rede Clínica da Hipnose, Alessandro Baitello, conta que a hipnose também pode ajudar nesses casos. “A clínica está totalmente preparada para atender crianças com obesidade infantil. A hipnose vai fundo na causa do problema, ou seja, em descobrir porque essa criança está comendo mais do que o necessário e em ajudá-la a resolver esse problema”.

Baitello, que é também doutor e mestre em hipnose pela Academia Internacional de Hipnose Clínica e Experimental (AIHCE), da Espanha, explica que o tratamento é diferenciado para crianças. “Precisamos tratar de uma maneira mais lúdica. Para hipnotizá-las, exploramos mais o lado do mundo da fantasia, brincando um pouco com a imaginação comum nessa fase da vida. Já em transe, vamos voltando ao tempo. E a criança, apesar de ser pequena, tem no seu inconsciente registros de fatos ocorridos inclusive na fase uterina”, explica o especialista. 

            O hipnoterapeuta, por meio do transe hipnótico, consegue chegar à causa do problema e ressignificar a história. “Em um dado momento da vida, pode ser que a criança tenha passado um pouco de fome ou que teve o desejo de comer alguma coisa que não foi realizado. Essas ‘vontades’ ficam registradas e elas podem induzir as crianças a comer mais. Tivemos um caso de um garoto que não conseguia emagrecer de maneira nenhuma e através do transe hipnótico descobrimos que quando ele era pequeno estava com fome e a mãe falou que eles não tinham o que comer. Nesse momento, ele colocou na cabeça que quando crescesse ia comer até explodir. Com a técnica, falamos que isso não aconteceu e destravamos esse problema da vida da pessoa”, finaliza o especialista.

Sobre a Rede Clínica da Hipnose

Em 2000, Alessandro Baitello se apaixonou pela hipnose e pelos benefícios que a técnica proporcionava às pessoas e decidiu se especializar na terapia. Após anos de atendimento em pequenos consultórios e palestras sobre o tema, o hipnoterapeuta fundou a Rede Clínica da Hipnose, em 2013, em Curitiba (PR). A Rede é referência em hipnose clínica científica no Brasil, tanto presencial quanto online, com mais de 5 mil clientes por todo o país, muitos deles encaminhados por médicos e psicólogos para complementar seus tratamentos. Em 2015, a Rede Clínica da Hipnose iniciou seu processo de expansão. Hoje, a Rede conta com três clínicas em São Paulo, Campinas, Santos e Curitiba e tem pretensões de se expandir por todo o Brasil por meio do sistema de franchising. Mais informações sobre a técnica e também sobre as clínicas podem ser obtidas no site www.redeclinicadahipnose.com.br, no facebook www.facebook.com/redeclinicadahipnose, no aplicativo para smartphones “Clínica da Hipnose” ou pelo telefone (11) 3230-1789.

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.