Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 24-04-2019 às 22:32

Conseguiu evitar a álcool agora janeiro? Não pare agora!

| Creditos: Shutterstock

Você conseguiu se manter longe do álcool em Janeiro? Passou um mês inteiro longe das bebidas, doces, refrigerantes ou qualquer que seja a sua fraqueza? Está é uma excelente conquista! Cada vez que você resiste, o seu músculo mais importante é fortalecido: sua força de vontade. Então já que você chegou tão longe, porque parar agora? Você pode conseguir e Janeiro provou isso. Agora é Fevereiro e você tem que manter seu compromisso consigo mesmo. Veja porque vale a pena não desistir.

O MAIS DIFÍCIL VOCÊ JÁ FEZ

Começar algo é sempre a parte mais difícil. Dar o primeiro passo exige muita força mental porque o desconhecido assusta. Seu corpo vai ter sensações totalmente novas, mas ele não gosta do novo. Se você já passou por Janeiro, então tudo isso é coisa do passado. E você já está adaptado a essa nova realidade e seu corpo está aos poucos aceitando o que está acontecendo. E então, vai querer passar por tudo isso de novo?

SE NÃO FOR DURADOURO, NÃO VALE A PENA

Sem dúvida que resistir às tentações por um mês inteiro é incrível. Mas não vai ser eficiente a menos que você tenha um plano de longo prazo. A dor e a satisfação da realização não vão valer nada se você voltar aos velhos hábitos. Você sabe que é possível ficar sem eles. Ao invés de ser uma interrupção, veja como um começo. Ao invés de desistir, vá ao próximo nível. Comece agora a fazer planos para encontrar um ponto de equilíbrio, para que você possa continuar num ritmo confortável e saudável.

NÃO SE ESQUEÇA DO QUE TE FEZ PARAR

Quando tomamos a decisão de parar com um vício, é porque ele realmente nos faz mal, e esse é um bom motivo para deixá-lo para trás. Não apenas por um mês. Álcool, lanches de fast food, açúcar e cigarro, não só atrapalham nos resultados do seu treino, mas eles também colocam em risco a sua saúde. Comprometa-se a respeitar seu corpo este ano, ele merece!

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.