Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 19-10-2019 às 10:43

Óleos de cozinha servem pra que?

Com a variedade também cresce a nossa curiosidade.

| Creditos:

Óleo de canola, de coco, de sementes de abóbora ou de linhaça: a lista é infinita. O azeite de oliva já não é mais o único óleo vegetal utilizado para cozinhar. Com a variedade também cresce a nossa curiosidade. É melhor usar azeite ou óleo de canola para fritar? Qual é o melhor para servir de molho nas saladas? E qual é o mais saudável? Complicado demais? A seguir você encontrará um resumo de 4 óleos e de como usá-los da melhor maneira possível na sua cozinha.

ÓLEO DE CANOLA

Esse óleo merece uma medalha de ouro na nossa cozinha. E não só pelo brilho dourado que vem de seus campos.

Óleos de canola de boa qualidade são ricos em vitamina E e contém muitos antioxidantes que protegem nossas células de danos e nos mantém jovens. O alto conteúdo de ômega-3 também o torna extremamente valioso para a nossa nutrição.

Óleo de canola prensado a frio é ideal para saladas ou marinados. Através do seu sabor de nozes e que também lembra a mostarda, ele é um destaque para muitos molhos de saladas. Altas temperaturas o tornam rançoso rapidamente. Então o ideal é não usá-lo para fritar! Para isso é melhor usar o óleo de canola refinado. É mais resistente ao calor mas perde sabor e muitas vitaminas durante o processo de refinamento.

È bom saber: Somente os óleos refinados tem a cor amarela. Você pode reconhecer os que são prensados a frio pela cor verde.

AZEITE DE OLIVA

Salada de tomate com mozzarella sem azeite de oliva: inpensável. A oliva é a pérola da Itália. É a primeira opção na opinião dos italianos e indispensável na dieta mediterrânea.

Como o óleo de canola, o azeite de oliva é rico em vitamina E, que é do grupo das vitaminas lipossolúveis e é, portanto, bem absorvido pelo organismo, em conexão com a gordura. Além disso, ele contém uma grande quantidade de ácidos graxos insaturados e pouco colesterol, que por sua vez tem um efeito positivo sobre os nossos níveis de lipídios no sangue.

O azeite de oliva pode ser dividido em classes de qualidade diferentes. Os Extra-Virgens e virgens são prensados a frio. Eles contêm a maioria das vitaminas e ingredientes e tem o sabor mais intenso. Os óleos que só são denominados como “azeite de oliva”, muitas vezes contêm uma mistura de óleos refinados e prensados. Frutado, picante, amargo, leve… Dependendo do gosto, o azeite de oliva pode refinar saladas e diversos outros pratos ou ser usado para cozinhar no fogão.

Nota importante: O azeite de oliva não é muito resistente ao calor e não deve ser aquecido acima de 180°C, já que assim se poderiam formar gorduras trans indesejáveis, que invertem as qualidades do azeite de oliva.

ÓLEO DE LINHAÇA

O óleo de linhaça realmente é uma superpotência. Especialmente rico em ômega-3, que tem efeitos positivos sobre o nosso coração e o sistema circulatório. Com um conteúdo de cerca de 70 por cento, ele ultrapassa outros óleos como o óleo de canola, que é considerado um óleo especialmente rico em ômega 3.

Seu elevado teor de múltiplos ácidos graxos insaturados o torna particularmente delicado, porque estes são instáveis quando em contato com o oxigênio. Ele oxida rapidamente, perde o seu sabor e se torna amargo. É por isso que é importante fechar o óleo de linhaça hermeticamente após o uso. O melhor é comprar apenas pequenas quantidades e se certificar de que a garrafa seja armazenada em um lugar fresco e escuro. Assim você garante o seu sabor de nozes e levemente de feno. Óleo de linhaça tem um gosto especialmente delicioso em pratos com requeijão. Combine com frutas doces ou com uma comida bem temperada. O prato clássico com óleo de linhaça é requeijão, batatas e ervas.

ÓLEO DE COCO

O óleo de coco é um verdadeiro multitalento. Extraído da carne seca do coco, ele tem cerca de 90 por cento de ácidos graxos saturados.

Na cozinha é ideal para fritar e ferver, porque suas qualidades saudáveis permanecem mesmo com altas temperaturas. Mas o óleo de coco não é apenas gostoso. Ele também é um produto de beleza maravilhoso que torna sua pele e seu cabelo sedosos e que pode ser usado como um produto de limpeza devido às suas propriedades lipossolúveis.

É bom saber: Quanto mais ácidos graxos saturados um óleo contiver, melhor será para fritar.
 

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.