Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 26-08-2019 às 00:35

Creme de mandioquinha com quinoa

Que tal um delicioso creme de mandioquinha com quinoa? A chef Fernanda Rossi, da curitibana Fevitto

Fevitto | Creditos:

As temperaturas de inverno pedem uma refeição quentinha e saudável. Que tal um delicioso creme de mandioquinha com quinoa? A chef Fernanda Rossi, da curitibana Fevitto, preparou um prato fácil, rápido e saboroso. Essa é uma preparação vegana, rica em fibras e nutrientes.

1 cebola média picada

1 alho-poró picado

1 talo pequeno de salsão picado

1 colher (sopa) azeite de oliva

 6 unidades grandes de mandioquinha (batata baroa) em cubos (4 xícaras)

1 e ½ unidades médias de cenoura em cubos (1 xícara)

  ½ unidades médias de cenoura ralada (1/2 xícara)

 2 unidades média de chuchu em cubos (2 e 1/2 xícaras)

 ¾ de xícara de quinoa em grãos

Salsinha fresca picada

Cebolinha fresca picada

Sal a gosto

 Água

 

Modo de preparo:

 

Cozinhar a quinoa por 20 minutos em água com sal, salpicar com salsinha e cebolinha e reservar.

Em outra panela refogar no azeite a cebola, o alho-poró e o salsão, acrescentar a mandioquinha, o chuchu e a cenoura em cubos. Cobrir de água, colocar pouco sal e cozinhar até amolecer bem.

Bater estes legumes no liquidificador até ficar um creme homogêneo. Nesse creme, acrescentar a quinoa cozida e a cenoura ralada. Deixar ferver por uns 3 minutos.

Desligar o fogo, corrigir o sal e temperar com a salsinha e cebolinha fresca.

 

- Receita para cinco porções

 

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.