Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 14-12-2019 às 11:54

Galeria

Neila Maria Souza Barreto toma posse da Cadeira 19 na Academia Mato-Grossense de Letras


A jornalista e mestre em história, Neila Maria Souza Barreto tomou posse, na noite de 29 de novembro, na Academia Mato-Grossense de Letras. A presidente da AML, Sueli Batista na abertura da sessão solene de posse, destacou que estava pensando que os progênies da Cadeira 19, estavam em festa pela posse, que completou as 40 cadeiras deste sodalício. Sinto que José Barnabé de Mesquita, o primeiro ocupante da referida cátedra, que foi um dos fundadores e presidiu por 40 anos a AML e  Vera Iolanda Randazzo, a última ocupante, trouxeram para esta noite suas luzes através do brilho nos olhos de seus familiares". Neila cumprimentou todos os convidados, em nome de Zilda Zompero, presidente da Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais- BPW Cuiabá, que teve lugar especial num dispositivo de honra, ao lado de uma personalidade ícone de Mato Grosso,  a ex-primeira dama, Maria Ligia Borges Garcia. O secretário adjunto de Estado de Cultura, Esporte e Lazer, Jefferson Preza Moreno, representou o governador Mauro Mendes na solenidade, e Flávio Capilé, presidente da Academia de Direito de Mato Grosso fizeram parte da mesa de honra, juntamente com a neta de José Barnabé de Mesquita, Denise Mesquita, e a filha de Vera Iolanda Randazzo, Susana Randazzo.

Em seu discurso de posse, Neila Barreto destacou pertencer a uma geração que cresceu embalada pelos valores perenes que marcam as letras e a alma, além de ser uma guardiã de memórias, graças ao seu ofício de historiadora, quando produziu a biografia do Padre Ernesto Camillo Barreto, Patrono da Cadeira 14 da AML. Ela destacou antes de discorrer sobre o patrono da cadeira 19 e seus ocupantes, as mulheres que fizeram e fazem parte da AML. “Por estas paredes endurecidas pela história, recebemos o ânimo do brio e o estímulo do civismo, principalmente das mulheres que por aqui passaram e por aquelas que hoje estão, como deixando o seu legado de 1921 a 2019.

Neila é a 17ª ocupante de uma cadeira na Academia Mato-Grossense de Letras. Atualmente 13 mulheres fazem parte do espaço privilegiado da intelectualidade mato-grossense. Vale destacar as mulheres que ocuparam e ocupam cadeiras na instituição, quase centenária: Ana Luiza Prado Bastos em 1921, foi a primeira, 10 anos depois em 1931, Maria de Arruda Müller  conquistou uma cadeira. A terceira foi Vera Iolanda Randazzo, em 1982, seguida por Maria Benedita Deschamps Rodrigues (Dunga Rodrigues), em 1984; Nilza Queiroz Freire, em 1993; Yasmin Jamil Nadaf   , em 1995; Elizabeth Madureira Siqueira            , em 1995; Amini Haddad Campos, em 2006     ; Marília Beatriz de Figueiredo Leite em 2013; Lucinda Nogueira Persona, em 2014; Marta Helena Cocco, em 2014, Sueli Batista dos Santos, em 2014, Maria Cristina de Aguiar Campos, em 2015, Olga Castrillon Mendes, em 2015, Luciene Carvalho, em 2015, Lindinalva Correia Rodrigues em 2019, e Neila Maria de Souza Barreto, a última a ocupar.

Foi uma noite de sentimento e afeto que o tempo guardou. Sueli Batista disse que a emoção do ato, traduzia literalmente o que também vinha do seu coração, e ele pulsava cheio de afeto e gratidão, porque a novel acadêmica foi sua  aluna. "Nos meus primeiros anos como docente, na área de jornalismo, tive o prazer de tê-la na primeira turma, de uma das faculdades que eu lecionava, o IVE. E de lá se foram mais de duas décadas, e até hoje me encho de orgulho ao ouvir, uma mulher sábia, tanto no aprender, quanto no ensinar, me chamar, com todo respeito e carinho, de professora. Há lições que não se apagam em nossas vidas, são indeléveis", frisou.

Vários acadêmicos participaram do ato solene. Colocou a pelerine, traje oficial, em Neila Barreto, Elizabeth Madureira Siqueira, e o discurso de posse foi feito por Odoni Gröhs. Para a condução da acadêmica a mesa de honra, no salão nobre da Casa Barão de Melgaço, a presidente Sueli Batista designou uma comissão formada por Sebastião Carlos Gomes de Carvalho, Lucinda Persona e José Cidalino Carrara. Entregaram flores respectivamente para familiares da família de José Barnabé de Mesquita, Vera Iolanda Randazzo e Neila Barreto, Nilza Queiroz, Benedito Pereira do Nascimento e João Batista de Almeida.’O primeiro secretário Valerio Mazzuoli leu o termo de posse. Ocorreram atrações musicais com participação do cantor João Eloy e sua esposa Nadia, e violonistas da UFMT em

Cordad. Vera Capilé cantou o Hino de Mato Grosso. Dentre os convidados, o colunista Fernando Baracat, que teve a história de sua mãe, a grande política  Sarita Baracat em um dos livros de Neila Barreto..Neila recebeu

telegrama da prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos e bouquet de  flores da primeira dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro., que foi entregue por sua assessoria.

Veja os registros fotográficos de Marcos Martins

 

 

 

.