Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 02-06-2020 às 15:21

Galeria

Posse de Sueli Batista na presidência da Academia de Letras


 Com presença significativa de público, das áreas cultural, empresarial, jornalística e social, Sueli Batista dos Santos foi empossada na noite de 30 de setembro como presidente da Academia Mato-Grossense de Letras. Sebastião Carlos Gomes de Carvalho lhe deu posse e e falou do seu orgulho, porque foi a segunda vez que ele é sucedido por uma mulher, sendo que foi ele também que empossou Nilza Queiroz Freire, a primeira presidente da organização.

Com as prerrogativas do cargo Sueli Batista assumiu a cadeira de presidente, numa troca de lugares que não faltou cordialidade e imediantamente empossou a nova mesa diretoria e os conselhos editorial e fiscal que estarão com a presidente na condução dos dois anos de gestão.

 Foi a quarta vez que Sueli tomou posse na Academia Mato-Grossense de Letras. Primeiro em 2014, para ocupar a Cadeira 34, que tem como patrono José Tomaz de Almeida Serra, considerado um dos maiores poetas românticos de Mato Grosso; segundo em 2015, na diretoria de Marília Beatriz de Figueiredo Leite; terceiro em 2017, na diretoria de Sebastião Carlos Gomes de Carvalho, no dia 30 de setembro de 2019, “quando se avizinha a data dos meus 5 anos nesta Casa, assumo a presidência”, destacou.

Sueli disse que elaborou para os próximos dois anos, um planejamento voltado aos objetivos da instituição, e que culminou no PDA- Programa de Desenvolvimento da AML, que contemplará cinco pilares.

No Pilar 1- Administração e Finanças; no 2- Produções em níveis  institucional e acadêmica; 3- Projetos, Parcerias e Captação de recursos  4-  Eventos e Intercâmbios; 5- Comunicação e Marketing.  “Os pilares estão em alinhamento e eu desejo que o restante da construção seja conjunta”, disse Sueli.

A nova diretoria trabalhará para que a literatura abrace outras letras, sem preconceitos ou exclusão. “novos tempos haverão de existir”, disse e destacou a confreira Vera Randazzo, no início do ano foi tocada pela suave brisa do perecimento, e citou um fragmento de uma crônica “mau tempo”, e que na sua sabedoria ressignificou seu significado.

“sim às vezes trememos de medo pelo mau tempo, mas esse mesmo maravilhoso e belo mau tempo, é a causa da nossa vida”.

Ao finalizar ressaltou que tem, como presidente, o propósito como presidente, e que não estava assumindo a gestão fazendo promessas, mas sim,  se comprometendo a executar o que for necessário e factível, para tornar a academia vibrante, unida e harmoniosa.

A parte litero musical foi de grande sensibilidade, com a jovem cantora Aurea Maria e Duo Brasilis com Deize Águena. Dois diretores também fizeram parte das atrações, Valério Mazzuoli, diretor 1º Secretário, ao piano executou Noturno Op, N° 2, de  Frédéric Chopin e Moisés Martins, segundo vice-presidente, na gaita tocou O Lago do Cisne de Tchaikovsky. Ele fez também  duo com Pescuma ao violão, tocaram Gente Humilde, de Garoto, Vinícius de Moraes e Chico Buarque, e rasqueados Chinfrim e Pixé, a última composição do próprio acadêmico, colocou a Casa Barão para cantar junto, com muita alegria. Como disse Moisés Pixé é como um hino para os mato-grossenses, todo mundo canta. O Projeto Ciranda, com instrumental fez a recepção dos convidados, através do músico Leonnid Carvalho, que tocou sucessos que marcaram época com sua  flauta transversal. Um encanto!

Sueli recebeu muitas homenagens, flor da família, representada por Mariza Bazo, Marcos Martins e Carla Nunes Martins, do senador Wellington Fagundes, e esposa Mariene de Abreu Fagundes, entregue pela jornalista Justina Fiori e flores da BPW Cuiabá, a  presidente Zilda Zompero, convidou todas as associadas para a entrega, num lindo e representativo momento.

Participaram da mesa de honra: Elizabethe Madureira Siqueira, presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso, a presidente da Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais- BPW Cuiabá, Zilda Zompero, o Pró-Reitor de Cultura, Extensão e Vivência, Fernando Tadeu de Miranda Borges e o presidente da Academia Matogrossense de Direito, Fabio Capilé.Registrou-se ainda a presença de várias autoridades, o presidente do Core-MT, Jonas Alves, presidente da Associação Comercial e Empresarial do Estado de Mato Grosso, a conselheira do Conselho Federal de Contabilidade Silvia Cavalcante, a primeira vice-presidente da BPW Brasil Mariza Bazo.

A secretária da Secretaria Extraordinária  dos 300 Anos, Cely Almeida, enviou mensagem justificando sua ausência, por se encontrar em  Congresso sobre Mulher em São Paulo, juntamente com a Primeira Dama de Cuiabá , Márcia Pinheiro.  “É prazeroso falar da Sueli, uma mulher que consegue conciliar muito bem a vida social, profissional, familiar e ainda é notório o seu amor pelos livros e pelo empreendedorismo social. Estou certa de que a escolha do seu nome foi benéfica tanto pela pessoa que é, como para os colegas da Academia Mato-Grossense de Letras”.

A decoração foi assinada por Carla Guberth Arte em Criar, o cerimonial e sonorização, por Isiz Dorileo, o coquetel por Leila Malouf.

EMPOSSADOS

Integram a nova mesa diretora: Sueli Batista dos Santos (presidente), José Cidalino Carrara (1° vice-presidente); Moisés Mendes Martins Júnior (2º vice-presidente); Valério Oliveira Mazzuoli (1º secretário); Luiz Orione Neto (segundo secretário); Nilza Queiroz Freire (1ª tesoureira); Odoni Gröhs (2ºtesoureiro). Integram o Conselho Editorial: Amini Haddad Campos, José Ferreira de Freitas e Sebastião Carlos Gomes de Carvalho. São integrantes do Conselho Fiscal: Ubiratã Nascentes Alves; Tertuliano Amarilha e Yasmin Jamil Nadaf.Integram a nova mesa diretora: Sueli Batista dos Santos (presidente), José Cidalino Carrara (1° vice-presidente); Moisés Mendes Martins Júnior (2º vice-presidente); Valério Oliveira Mazzuoli (1º secretário); Luiz Orione Neto (segundo secretário); Nilza Queiroz Freire (1ª tesoureira); Odoni Gröhs (2ºtesoureiro). Integram o Conselho Editorial: Amini Haddad Campos, José Ferreira de Freitas e Sebastião Carlos Gomes de Carvalho. São integrantes do Conselho Fiscal: Ubiratã Nascentes Alves; Tertuliano Amarilha e Yasmin Jamil Nadaf.

 

Fotos: Marcos Martins