Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 19-01-2019 às 07:36

Galeria

Sarita Baracat imortalizada em livro


 

Texto: Elizabeth Madureira, presidente do Instituto Histórico e Geográfico do Estado de Mato Grosso.

Na noite de 18 de dezembro de 2018, foi lançado o livro Sarita Baracat: vida e trajetória política, de autoria da historiadora e jornalista Neila Maria Souza Barreto. O evento, que ocorreu no Shopping VG, foi muito prestigiado pela sociedade e pelas inúmeras autoridades presentes.

​A pesquisa documental e bibliográfica foi exaustiva, porém a parte mais interessante foi o contributo da própria biografada, que cedeu inúmeras fotografias de seu acervo, assim como se prestou gentilmente a oferecer seu depoimento, ilustrando a construção de sua própria trajetória.

​Na avaliação da autora Neila Barreto, “Sarita era, sobretudo, uma mulher independente, discreta, de vida simples, sem vaidades e sempre dedicada às causas coletivas e atenta às necessidades das pessoas”.

​A obra foi feita a quatro mãos, pois Neila escrevia e a cada passo lia para que Sarita avaliasse. De acordo com a autora, “ao longo do percurso da construção da obra ela foi minha companheira constante. Todas as vezes que eu lia os textos para correção, ao final ela exclamava: ‘Será que eu vou ver esse livro pronto, Neila!’ Com o coração apertado, eu voltava para casa, cabeça baixa, nó na garganta, até porque essa incerteza também era minha companheira. Eu não tinha uma resposta certa. Assim, eu respondia sempre: “claro, Sarita”! Você com certeza brilhará no lançamento! Você tem uma saúde de ferro!”

O grande temor da biografada era o de não ter certeza de que estaria viva por ocasião do lançamento, o que, infelizmente, ocorreu. Segundo Neila, “Na última leitura, após ouvir os longos textos, ela exclamou: ‘Fico feliz de ouvir, também, muitas coisas que eu desconhecia!’ Naquele momento ela se referia à história dos sírios em Mato Grosso e à documentação por onde caminhei. Fiquei muito satisfeita com o resultado, pois escrever a trajetória de personagens vivas, não é fácil!”

Em tributo à biografada, Neila Barreto assim visualizou a partida: “Sarita! Você não chegou de ver o livro pronto, mas, ouviu o mesmo concluído. Agora, habitando aí, nessa curva desse rio, por traz dessa curva, você observará que a sua trajetória não foi em vão, pois deixou traços de luz na circunferência do planeta e, também, na sua amada Várzea Grande.

A obra foi editada pela EntrelinhasEditora e finalizada em dezembro de 2017, após o falecimento da biografada (em 9 de outubro de 2017). Devido à guarda do luto necessário, ela foi lançada com brilho e pompa na noite de 18 de dezembro de 2018, sob o patrocínio da Prefeitura Municipal de Várzea Grande, através da Secretaria Municipal de Cultura, Educação, Esportes e Lazer de Várzea Grande.

Para além de uma obra belíssima e de evidente esmero na edição pesquisa, o livro Sarita Baracat: vida e trajetória representa mais um símbolo da identidade mato-grossense, pois a atuação dos múltiplos sujeitos que emolduram sua história foi trazida à tona na pessoa de Sarita Baracat que, na concepção de Neila Barreto, “foi uma mulher além do seu tempo”.